• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Facebook lança ferramenta de transparência para eleições nos EUA

  • COMPARTILHE
Geral

Facebook lança ferramenta de transparência para eleições nos EUA

O Facebook lançou nesta quinta-feira, 24, um novo padrão de transparência para anúncios de cunho político feitos na rede social. A novidade, disponível apenas nos Estados Unidos, é mais uma das ferramentas apresentadas pelo presidente da empresa, Mark Zuckerberg, para melhorar o uso da plataforma. O projeto estava em fase de testes desde 25 de abril e a expectativa é que esteja disponível no Brasil a tempo das eleições deste ano.

Em uma postagem feita em seu perfil na rede social, Zuckerberg disse que todos os anúncios relacionados a eleição ou política pago para aparecer no Facebook e/ou Instagram nos Estados Unidos mostrará informações de quem pagou pela publicidade. Para isso, qualquer pessoa que queira pagar por um anúncio político terá que confirmar sua identidade e localização.

Ao clicar no marcador, o usuário vai poder ver um arquivo com mais informações como quanto dinheiro foi gasto no anúncio e quantas pessoas viram o conteúdo, divididos por idade, local e sexo.

O Facebook criou ainda um site para que os usuários busquem informações sobre anúncios políticos publicados nas redes sociais. Segundo a publicação de Zuckerberg, as informações estarão disponíveis no site facebook.com/politicalcontentads onde serão armazenas pelos próximos sete anos a contar do último dia 7.

Parceria

Zuckerberg pediu que os usuários ajudem o Facebook a melhorar a ferramenta. "Estamos testando esse novo sistema há meses, mas não será perfeito de imediato. Se você vir um anúncio político sem identificação, informe-nos e nós analisaremos", disse.

Se o anúncio atender aos nossos padrões de publicidade política, nós o removeremos, o adicionaremos ao arquivo e impediremos a exibição de anúncios políticos para quem o executou até que possamos confirmá-lo.

A ferramenta é mais uma tentativa da rede social em diminuir as chances de disseminação de notícias falsas e/ou de informações que manipulem resultados eleitorais.

"Uma das minhas principais prioridades para 2018 é garantir que ajudemos a evitar interferências e desinformação nas eleições. Essas mudanças não vão consertar tudo, mas tornarão muito mais difícil para qualquer um usar contas e páginas falsas para publicar anúncios", publicou Zuckerberg ao dizer que espera que as mudanças também elevem o nível de toda a publicidade política online.