• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Floresta de Pacotuba recebe monitoramento contra febre amarela

  • COMPARTILHE
Geral

Floresta de Pacotuba recebe monitoramento contra febre amarela

O trabalho no distrito de Cachoeiro é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde

Equipes da prefeitura de Cachoeiro promoveram nesta semana uma etapa de monitoramento de mosquitos durante visita à Floresta Nacional (Flona) do distrito de Pacotuba. Foram coletados mosquitos culicídeos, possíveis vetores da Febre Amarela Silvestre.

O trabalho na região é coordenado pelos técnicos da Unidade de Vigilância em Zoonoses, ligada à Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Para coletar os insetos, os técnicos foram previamente capacitados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Foi usada a puçá, uma peneira de malhas para a coleta manual e armadilhas luminosas do tipo CDC, que fica por quatro horas no interior da floresta.

De acordo com o gerente de Vigilância Ambiental da prefeitura, Fábio Gava, a floresta foi escolhida, principalmente, por ser remanescente de Mata Atlântica no município, com grande biodiversidade.

“Essa rica biodiversidade traz maior gama de possibilidades e de respostas nessa pesquisa. Um exemplo é a presença do macaco bugio, também conhecido como barbado ou guariba, que é espécie sentinela no enfrentamento à febre amarela, pois é vítima da doença assim como o homem, de modo parecido”, explica.

Os insetos coletados foram enviados para o Núcleo Entomológico do Espírito Santo, onde serão examinados para averiguação da presença do vírus.

O monitoramento possibilita a detecção precoce da circulação do vírus em ambiente silvestre. Desde o ano passado, 20 amostras de primatas não-humanos foram coletadas no município e enviadas para análise no Laboratório Central.