• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Maduro acusa diplomata dos EUA de conspiração contra governo e o expulsa do país

  • COMPARTILHE
Geral

Maduro acusa diplomata dos EUA de conspiração contra governo e o expulsa do país

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou nesta terça-feira como "personas no gratas" o encarregado de negócios da embaixada dos Estados Unidos, Todd Robinson, e seu adjunto, o conselheiro da representação diplomática Brian Naranjo. O líder sul-americano lhes deu 48 horas para que abandonem o país.

Após acusar Robinson e Naranjo, os máximos representantes diplomáticos dos EUA na Venezuela, de participar de supostas conspirações econômicas, militares e políticas, Maduro ordenou a retirada deles.

Maduro alegou que tomou a medida "em protesto e em defesa da dignidade da pátria venezuelana". "Basta de conspirações", afirmou em evento na sede do Conselho Nacional Eleitoral, que deu a ele o certificado de vencedor da eleição de 20 de maio e o direito de governar o país entre 2019 e 2025.

Entre fevereiro e março, a chancelaria venezuelana entregou a Robinson duas notas de protesto por manter uma gestão considerada de "permanente provocação pública" e por assumir "opiniões e papel próprios de um dirigente político da oposição".

Robinson havia chegado ao país no final do ano passado. Desde 2010, ambas nações estão sem embaixador. Fonte: Associated Press.