• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mais de 18 famílias desalojadas após chuva no Espírito Santo

  • COMPARTILHE
Geral

Mais de 18 famílias desalojadas após chuva no Espírito Santo

Em Guarapari, cerca de 30 famílias tiveram suas residências alagadas e perderam tudo

O município de Alfredo Chaves foi um dos mais atingidos pela chuva nos últimos dias. 

Dezoito famílias seguem desalojadas nesta quinta-feira (10) por conta dos estragos causados pelas chuvas no Espírito Santo.

Segundo a Defesa Civil Estadual, os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas foram registrados em Viana e Santa Leopoldina. 

De acordo com o boletim da Defesa Civil Estadual, atualizado às 06h desta quinta-feira, das 18 famílias desalojadas, 13 são em Alfredo Chaves. 

Desalojados

Alfredo Chaves - 13 famílias estão desalojadas

Fundão - 05 famílias estão desalojadas.

Vargem Alta - 04 pessoas desalojadas

Acumulado de chuva nas últimas 24 horas:

Situação dos municípios:

Alfredo Chaves

13 famílias estão desalojadas e o rio Benevente encontra-se no mesmo nível da rua.

Iconha

Durante a chuva, houve transbordamento do rio e vários pontos de alagamento pela cidade. Não há necessidade de decretar Situação de Emergência, apesar do interior do município ter sido bastante afetado.

Vargem Alta

Alagamentos em alguns distritos do município. Duas pontes foram afetadas pelas cheia do rio. 4 pessoas estão desalojadas.

Fundão

Inundação provocada pelo aumento do nível do rio. 5 famílias estão desalojadas.

Cachoeiro de Itapemirim

A defesa civil do município relatou estar em campo no atendimento de diversas ocorrências de alagamento, queda de árvores e deslizamentos de terra e avaliando áreas afetadas. Até o momento, sem informações de vítimas.

Cariacica

A defesa civil do município atendeu diversas ocorrências de queda de muro, queda de barreira, queda de árvore e deslizamento de terra. Informações de 1 vítima apenas em uma ocorrência de queda de muro no bairro Vista Mar. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros.

Vitória

Registrado um colapso de residência no bairro São Benedito. Uma equipe do Corpo de Bombeiros, além da COMPDEC do município, foram acionadas para o local mas não houve vítimas.

Viana

Durante a madrugada do dia 09, até as 20 horas, foram registradas vinte ocorrências, sendo elas Deslizamento de Taludes, queda de Muros, queda de Árvores e Alagamento. Foram atendidas 15 destas ocorrências, nos bairros Vila Nova, Bom Pastor, Vila Bethânia, Nova Bethânia, Marcilio de Noronha, Primavera, Canaã, Santo Agostinho e Santa Terezinha e Bairro Verona, todas sem vitimas. No bairro Verona que ficou alagado, os moradores não ficaram desabrigados. A COMPDEC está em estado de alerta, mantendo Monitoramento constante no clima e tempo.

Serra

A defesa civil do município foi acionada pela manhã para verificar uma ocorrência de desabamento de residência no bairro Nova Carapina. Em Campinho da Serra I, registrou-se uma queda de muro.

Santa Leopoldina

Após reunião do PLACON tomadas algumas decisões com base no quadro atual e previsões futuras. Evacuação do Jardim de Infância, CRAS, Biblioteca Pública e Almoxarifado da Prefeitura. O PLACON está acionado no nível de Alerta. Foram registradas algumas ocorrências como: Queda de 3 árvores em na ES-080 e queda de barreira em uma área de risco sem danos material e humano. O rio está com 5,30m e está abaixando, porém há previsões de chuvas continuadas ao longo do dia.

Marechal Floriano

Foram registrados alagamento de ruas devido ao transbordamento do córrego Batatal e Costa Pereira, queda de barreiras nas estradas rurais e quedas de árvores.

Guarapari

Cerca de 30 famílias tiveram suas residências alagadas e perderam tudo em Iguape. Uma casa interditada pela Compdec em Buenos Aires.