• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Merenda nas escolas de Cachoeiro segue padrão de nutrição

  • COMPARTILHE
Geral

Merenda nas escolas de Cachoeiro segue padrão de nutrição

Quando é preciso alteração, o item de reposição é de igual valor nutritivo

A quantidade de alunos que consome a merenda na rede municipal em Cachoeiro tem aumentado junto com o processo de municipalização das escolas. Para preparar as unidades, a prefeitura investe em nutricionistas e no respeito à dieta balanceada, com base nos nutrientes que precisam estar no prato.

Pouco antes das 9h, já tem merenda disponível para crianças e adolescentes que escolhem a merenda fornecida nos intervalos. E o cardápio é variado, sempre com os nutrientes fixos e as opções de substituição, quando é necessário.

"É primordial cuidar da alimentação dos alunos e temos o compromisso social em manter uma alimentação adequada, também atentos às condições de higiene, por exemplo", afirma a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

Nesta quinta-feira (24), por exemplo, enquanto era servido no bairro São Geraldo o frango ao forno acompanhando a dupla feijão e arroz, repolho e purê de batata, alunos tinham à disposição, no bairro Jardim Itapemirim, a carne bovina com batata cozida, salada de tomate, arroz e feijão. Para sobremesa, as duas unidades tinham frutas.

“Sou merendeira há seis anos aqui no Galdino Theodoro e fico muito feliz com a empolgação dos alunos. Eles perguntam sobre o cardápio, elogiam e comem muito bem”, conta Ilma Godoi, pouco antes do primeiro intervalo para merenda.

Um dos alunos na fila era Raphael Santos Gomes, de 11 anos, que devolve os elogios: “Elas tratam bem dos alunos e a comida é muito boa, principalmente quando tem no cardápio a carne de porco e o purê de batata”.

A escola tem alunos do 3º ao 9º ano. Perto dali, na escola Reverendo Jader, a média de idade é menor: com crianças de seis e dez anos. A atenção com a alimentação segue o padrão. “Nunca falta alimentação de qualidade e seguimos todos os padrões. E não pode ser diferente, até porque são crianças com muita energia”, destaca a gestora, Iêda Mardegan Games.

Substituições com base nos mesmos nutrientes

Em alguns casos, a merenda nas escolas de Cachoeiro pode ter substituições, por motivos como tempo de descongelamento ou safra de alguns vegetais, por exemplo. Quando é preciso mudar, o item de reposição é de igual valor nutritivo.

“Todas as escolas recebem cardápio para atender as necessidades nutricionais diárias. Esse mesmo cardápio já sugere as mudanças, orientando as equipes. E os alunos podem acompanhar as opções do dia por meio, por exemplo, dos murais em refeitórios, corredores ou pátios”, afirma a gerente de Alimentação Escolar da prefeitura, Fernanda Gonçalves Conde.

E as nutricionistas da rede acompanham a resposta nos refeitórios, por meio de contato com os gestores e as merendeiras. “Há o acompanhamento também do estoque, para que todo o cardápio da semana esteja de acordo com a realidade dos alunos e da escola. A gente vê diariamente o quanto isso é positivo pelos elogios por parte dos alunos”, ressalta Aurea Légora, gestora do Galdino.