• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Morte de irmãos completa um mês e grupo se reúne para ato solidário em Linhares

Morte irmãos carbonizados

  • COMPARTILHE
Geral

Morte de irmãos completa um mês e grupo se reúne para ato solidário em Linhares

Eles foram carbonizados dentro da casa em que moravam no Centro da Cidade

Moradores colocaram cartazes em frente a casa onde os meninos moravam com a família. | Foto: Giro Linhares

Após um mês da morte dos irmãos Joaquim Alves Sales, de 3 anos, e Kauã Sales Burkovsky, de 6 anos, um grupo marcou um ato solidário através das redes sociais. O evento está agendado para esta segunda-feira (21), às 20 horas, em frente a residências onde eles foram carbonizados.

Os organizadores pediram para que todas as pessoas que vão participar levem velas, flores e estejam de camisetas brancas. No domingo (20), cartazes foram colocados por moradores da região na casa onde os meninos viviam com a família.

>> Sob forte emoção da mãe, irmãos mortos carbonizados são enterrados em Linhares
>> Declaração de óbito de irmãos mortos em Linhares aponta causa da morte 'indeterminada'

O incêndio que matou Joaquim e Kauã aconteceu na madrugada do dia 21 de abril, na casa da família. O pastor George Alves, pai e padastro das crianças, era o único que estava na casa no momento e disse ter tentado salvá-los.

Dias após a morte dos meninos, George Alves foi preso por estar atrapalhando as investigações. Ele disse que ficou com os pés e as mãos queimadas, ainda contou que estava dormindo no momento que o fogo começou e quando acordou viu tudo pela babá eletrônica. Além dele, outras testemunhas e a mãe dos meninos prestaram depoimento.

Com informações do site Norte Notícias.