• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Navio da Marinha do Brasil aberto para visitação gratuita no Porto de Vitória

  • COMPARTILHE
Geral

Navio da Marinha do Brasil aberto para visitação gratuita no Porto de Vitória

A embarcação estará aberta ao público somente no sábado (12)

Marcela Cota

Redação Folha Vitória
Foto: Primeiro-Tenente Danielly Medeiros (Marinha do Brasil)

O navio de Apoio Oceanográfico (NApOC) “Ary Rongel”, da Marinha do Brasil, estará aberto para visitação pública no porto de Vitória somente neste sábado (12). A visitação é gratuita das 14h às 17h.

O acesso ao porto será realizado pelo portão localizado em frente ao Palácio Anchieta. Esta será a primeira vez do navio na cidade na Capital Vitória, desde que foi adquirido pela Marinha no ano de 1994 vindo da África do Su. 

Após a passagem por Vitória, o navio retornará ao Rio de Janeiro onde será preparado para a 37ª Operação Antártica, prevista para ocorrer de outubro de 2018 a março de 2019. 

Trajetória

Em 1995, o navio fez a primeira comissão, em região Antártica, sob bandeira brasileira. Para a manter a estrutura e execução do Programa Antártico Brasileiro foi fundamental o apoio logístico do Ary Rongel. 

O NApOc “Ary Rongel” passou quase seis meses em missão no Continente Antártico, na 36ª Operação Antártica realizada de outubro de 2017 a março de 2018, com o objetivo de realizar apoios logísticos. O navio, sob o Comando do Capitão de Mar e Guerra Antonio Braz de Souza saiu do Rio de Janeiro em 22 de abril de 2018, passou pela cidade de Natal, Maceió e atraca no Porto de Vitória (ES). 

O Navio encerra seu treinamento no Rio de Janeiro, marcando o retorno do Gigante Vermelho para o Período de Manutenção Geral, a fim de preparar-se para a 37ª Operação Antártica.

Quem foi Ary Rongel?

Aspirante de 1914, o Almirante Rongel participou como Segundo-Tenente da 1ª Guerra Mundial nos Contratorpedeiros MATO GROSSO e SERGIPE, empregados na vigilância e patrulhamento do nosso litoral.

Especializou-se em Armamento, mas graças aos conhecimentos e experiências adquiridos autodidaticamente, foi considerado Hidrógrafo em 1929 e designado instrutor do primeiro Curso de Especialização de Navegação e Hidrografia, inaugurado em 1934. A ele se devem várias publicações nos campos da Astronomia Náutica, Magnetismo, Marés e Oceanografia.

Entre outras comissões hidrográficas, comandou o Navio Hidrográfico RIO BRANCO no levantamento do litoral sul, entre São Sebastião e Bom Abrigo. Por ocasião da 2ª Guerra Mundial, comandou o Contratorpedeiro GREENHALG, então empregado na proteção de comboios no Litoral Nordeste.

O Almirante RONGEL chegou à chefia do Estado-Maior da Armada, onde permaneceu até a passagem para a Reserva, contando com 48 anos de destacados serviços à Hidrografia, à Marinha do Brasil e ao país.