• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Greve da PM: justiça militar recebe denúncias contra policiais do ES

  • COMPARTILHE
Geral

Greve da PM: justiça militar recebe denúncias contra policiais do ES

O Juiz Titular da Vara da Auditoria Militar designou Sumário de Acusação para o dia 4 de julho, no Fórum Criminal de Vitória

A greve da PM aconteceu em 2017

A Auditoria da Justiça Militar do Poder Judiciário Estadual, especializada no julgamento de crimes militares, começou a receber denúncias contra policiais militares acusados de participação no movimento paredista ocorrido em fevereiro de 2017.

Segundo informações do juiz titular da Vara, Getúlio Marcos Pereira Neves, “a promotoria de justiça junto à Auditoria de Justiça Militar ofereceu denúncia que imputa a 14 militares de um Batalhão da PM da Grande Vitória a condição de cabeças do movimento no âmbito daquele Batalhão, enquadrando-os nos delitos de motim e incitamento à prática de indisciplina ou crime militar”.

Ainda segundo o magistrado, a denúncia lista no total 256 militares. “No entanto, a pedido do próprio Ministério Público, foi desmembrada com relação aos demais, acusados somente do delito de motim (art. 149, inciso I do Código Penal Militar), na forma continuada, pelos dias em que se verificou o movimento, de tal maneira que permaneçam 20 acusados em cada ação penal”, destacou. 

Segundo Marcos, após os procedimentos cartorários, os autos irão ao Juiz Auditor para análise da denúncia, que decidirá pelo recebimento ou rejeição.

De acordo com informações publicadas no site do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES), Os inquéritos policiais militares (IPM) que apuram as circunstâncias do movimento paredista no âmbito de cada Unidade da PMES (Batalhões, Companhias Independentes), encontram-se em fase de finalização pela Corregedoria da PMES e/ou análise pelo órgão do Ministério Público junto à Auditoria Militar.

Com informações do TJES!