• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Tiroteio deixa policial ferido e paralisa bondinho do Pão de Açúcar

  • COMPARTILHE
Geral

Tiroteio deixa policial ferido e paralisa bondinho do Pão de Açúcar

Um intenso tiroteio, na tarde desta sexta-feira, 8, entre policiais e traficantes levou pânico à Urca, um bairro de classe média alta do Rio, e chegou a suspender durante quinze minutos as operações no Aeroporto Santos Dumont, no centro. Durante pelo menos três horas, o bondinho do Pão de Açúcar, um dos principais pontos turísticos do País, também ficou paralisado por medida de segurança. Um policial foi ferido na perna por estilhaços de uma granada, mas está fora de perigo.

Segundo a Polícia Militar, o Batalhão de Choque (BPChq) iniciou às 8h uma operação planejada com base em dados de inteligência nas comunidades Babilônia e Chapéu Mangueira, no Leme, na zona sul, onde há uma guerra entre facções rivais do tráfico desde o início do mês passado.

Ainda de acordo com a PM, por volta das 13h, os policiais se deparam com um grupo de criminosos armados na mata acima da comunidade e houve tiroteio. Os bandidos tentaram, então, fugir por cima do morro, cuja outra face é voltada para a Praia Vermelha, na Urca.

A região é uma área militar e concentra a Escola Superior de Guerra, o Instituto Militar de Engenharia (IME), além de um batalhão do Exército. Imagens de um vídeo que circula nas redes sociais mostram um dos bandidos tentando descer pela pedra e alcançar a praia. Ele acabou sendo preso pela polícia. Seis fuzis foram apreendidos.

A polícia usou um helicóptero e um jet-ski na perseguição dos criminosos. O bondinho do Pão de Açúcar parou de funcionar às 14h30 e só reabriu depois das 17h. Já o aeroporto teve as atividades suspensas entre as 15h15 e 15h30. Segundo a Infraero, esta é a segunda vez que o aeroporto é fechado por conta de um tiroteio: a primeira foi em março deste ano.