• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

“Turismo de Guarapari precisa ser direcionado”, diz o secretario Estadual de Turismo

  • COMPARTILHE
Geral

“Turismo de Guarapari precisa ser direcionado”, diz o secretario Estadual de Turismo

Paulo Renato Fonseca Junior participou do encontro empresarial de Guarapari e falou sobre o turismo no ES e sobre as ações para alavancá-lo em cada região

Aline Couto

Redação Folha da Cidade
Secretario Estadual de Turismo, Paulo Renato.

O 95º Encontro Empresarial de Guarapari contou com a palestra do atual secretário Estadual de Turismo, Paulo Renato, que foi enfático ao pedir que os capixabas se unam em prol do Estado e que tenham brilho nos olhos e acreditem no lugar e nos produtos de onde moram.

Durante a palestra, o secretário falou sobre as campanhas dentro e fora do Espírito Santo e que para se obter sucesso em ambas há necessidade de união entre governo e população. 

“Temos que fazer abordagens nas estradas, divulgação ao redor do Estado, comunicação integrada nas redes sociais e relacionamento com os nichos do mercado capixaba. Temos que mostrar nosso orgulho por tudo que o Estado tem e produz. Só conseguimos chamar mais turistas se aumentarmos nossa alta estima”, explicou.

Vários outros temas foram abordados além da gerência de marketing. Ele discursou sobre a importância das cidades capixabas definirem o mote que elas querem investir no turismo, inclusive em Guarapari. Na criação de eventos com maior freqüência e com isso um aumento no giro econômico das cidades e sobre o fortalecimento do agroturismo estadual. “Temos que fazer as ações em conjunto, empresários e prefeituras, senão não tem como avaliar a necessidade daquela região”, ressaltou.

Sobre Guarapari, Paulo Renato disse que é preciso potencializar o turismo da região e alavancar para que dure o ano todo. “A ideia é buscar os nichos, o foco do tipo de turismo que queremos fazer na cidade. Sempre lembrando que a saúde é muito forte por aqui. Tem que atrair e focar no tipo de público específico para que o município tenha investimentos para lado certo”, relatou.

O secretário ainda enfatizou que o setor privado junto ao público tem que definir esse caminho. “O papel do Estado é ajudar e orientar na busca por esse reconhecimento além de qualificar e atrair o turista para que ele se sinta acolhido e tenha acessibilidade para curtir a cidade”.

“O turista tem que realizar o sonho dele, não pode ser frustrado. Se acontecer, a opinião negativa dele vai ecoar e as pessoas não vão querer visitar Guarapari”, acrescentou Paulo Renato, contando que o Governo tem projetos para a cidade, na própria e na região que afeta positivamente Guarapari. Para ele, o município é o destino indutor de toda região ao redor, uma cidade de destaque a nível nacional. “Aproveitando toda essa riqueza junto à divulgação e uma reestruturação a tendência são projetos novos para a região”, descreveu.

Radium Hotel

Segundo o secretário, o Radium Hotel é um espaço importante que junto com a pesquisa das areias monazíticas atrai o tipo de público direcionado para Guarapari, interessados em saúde e descanso. Por isso pedimos que a Prefeitura de Guarapari nos devolvesse o Radium para implantar ali um projeto privado internacional, que vai transformar o local em um grande empreendimento fazendo um link entre as areias monazíticas e suas energias com a hospedagem do Hotel. “Como o Governo fez a sessão desse espaço para prefeitura, estamos em conversa para essa devolução, para que a gente possa trabalhar nesse projeto privado”.

A sociedade precisa entender que a cada R$ 1 investido no turismo, R$ 10 vai para a economia local. “A população tem que comprar a ideia e saber que esse investimento vai fazer a geração de emprego e renda em Guarapari. Cidade turística tem que ter o foco turístico”, finalizou.