Menina de 10 anos recebe alta de hospital, ganha presentes e pede sanduíche de rede de fast food

Geral

Menina de 10 anos recebe alta de hospital, ganha presentes e pede sanduíche de rede de fast food

De acordo com o médico que atendeu a garota, ela deixou a unidade sorrindo acompanhada da avó e de uma assistente social

Foto: Reprodução TV Vitória

A menina de 10 anos, que engravidou após ser vítima de estupro em São Mateus, no Espírito Santo, deixou a clínica médica onde estava internada em Pernambuco nesta quarta-feira (19). 

A informação foi confirmada pelo hospital. "Ela saiu sorrindo, feliz, ganhou muitos presentes, até um tablet, e fez um último desejo pra equipe: comer um sanduíche de uma famosa cadeia de fast food. Esse foi o mais difícil, mas conseguimos atender", revelou o médico e diretor do local, Olímpio Barbosa de Morais.

Por questão de segurança, o horário que ela deixou a instituição não foi informado. A criança estava acompanhada da avó e de uma assistente social. 

Devido ao vazamento de informações como o endereço e o nome da garota, ela não poderá retornar para casa e nem para a escola onde estudava, segundo o diretor da clínica que completou: "Que isso seja o renascimento dessa criança".

Prisão

O homem acusado de estuprar e engravidar a sobrinha, de 10 anos, em São Mateus, no Norte do Espírito Santo foi preso na madrugada desta terça-feira (18), na região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Ele já foi encaminhado para o presídio.

Segundo a polícia, desde que a notícia de que a menina estava grávida se espalhou, o homem fugiu de São Mateus. O suspeito foi encontrado escondido na casa de parentes.

Ainda de acordo com as investigações, ele sabia que o cerco estava sendo fechado e ele entrou em contato com um policial de São Mateus dizendo onde estava e que iria se entregar. "Ele já temia pela integridade física dele, tinha medo de morrer e resolveu se entregar", contou superintendente de Polícia Regional Norte, delegado Ícaro Ruginsk.

Entenda o caso

O caso que chocou o Espírito Santo e o Brasil se tornou público depois que a menina deu entrada no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, se sentindo mal. Enfermeiros perceberam que a garota estava com a barriga estufada, pediram exames e detectaram que ela estava grávida.

Em conversa com médicos e com a tia que a acompanhava, a criança relatou que o tio a estuprava desde os 6 anos. Ela disse que não havia contado aos familiares porque tinha medo, pois ele a ameaçava.

Leia mais:

>> "Ele tinha medo de morrer e resolveu se entregar", conta delegado sobre suspeito de estupro

>> Exame de DNA vai apontar se tio engravidou criança de 10 anos; suspeito já está no ES

* Com informações do R7.com e Estadão Conteúdo