• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Prefeituras da GV gastam R$ 18 milhões por ano para limpeza de pontos de lixo

  • COMPARTILHE
Geral

Prefeituras da GV gastam R$ 18 milhões por ano para limpeza de pontos de lixo

Os fiscais agem mediante denúncia da população. São mais de 880 pontos irregulares

As prefeituras da Grande Vitória gastam, por ano, R$ 18 milhões com lixo irregular. Entulho de obras, móveis, eletrodomésticos e lixo domiciliar. São mais de 880 pontos viciados de descarte irregular de resíduos. O município da Serra é o que mais gasta dinheiro público para limpar a sujeira das ruas e terrenos baldios: R$ 7 milhões. 

O secretário de serviços da Serra, Igor Elson de Almeida falou sobre o assunto durante uma entrevista ao vivo no programa Fala Manhã desta sexta-feira (14). Veja:

>> Serra: a Prefeitura da Serra retira cerca de 100 mil toneladas de entulhos das ruas por ano. O gasto gira em torno de R$ 7 milhões com a limpeza de entulhos. ao todo, mais de 200 pontos viciados de entulho são monitorados no município.

Os esforços fazem parte do programa Serra limpa é Serra Linda, uma campanha com o objetivo de conscientizar os moradores para o descarte correto de resíduos e que tem várias frentes de trabalho no combate ao descarte irregular de entulho, como a criação de um whatsapp (9 9976-2595) para receber fotos e vídeos de flagrantes de irregularidades, intensificação da fiscalização e das notificações e multas, criação de leis específicas para regularizar o despejo e destinação de entulho, entre outras.

Neste ano, mais de 100 multas foram aplicadas por descarte irregular de lixo. as multas para este tipo de infração variam de R$ 50 a r$ 30 mil.

>> Cariacica: a Prefeitura Municipal de Cariacica lida com a limpeza de cerca de 300 pontos por toda a cidade. os gastos anuais com limpeza de ponto viciado em cariacica chegam a uma média de R$ 2 milhões. Os moradores podem denunciar o descarte irregular de lixo à coordenação de posturas pelo telefone 3354-5113, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Entre os bairros, a região de Fexal e a região de Nova Rosa da Penha, concentram pontos viciados de lixo, principalmente ao longo da Rodovia do Contorno.

Fiscalização

A fiscalização feita pela Secretaria de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente (Semdec) é constante conforme cronograma interno que não é divulgado, por se tratar de informação estratégica. Os fiscais também agem mediante denúncia da população. Quando é realizado o flagrante, a empresa ou o proprietário do veículo que realiza o descarte irregular (quando pessoa física) são autuados pela prefeitura e encaminhados para a delegacia de polícia, onde irão responder pelo crime ambiental. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 3354-5403, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h; ou na ouvidoria municipal, pelo 162. Vídeos e fotos de flagrantes (com a identificação do infrator, como a placa do veículo que descarrega o entulho, por exemplo) podem ser enviados para o e-mail [email protected]

Neste ano, já foram aplicadas 15 multas. no ano passado, foram 17. Os autos de infração variam de R$ 50 a r$ 25 mil para descarte de resíduos em local irregular.

>> Vila Velha: a administração municipal de Vila Velha gasta por ano cerca de R$ 6 milhões para lidar com os pontos de despejo irregular na cidade. São aproximadamente 100 pontos viciados no município. Os principais ficam localizados nos bairros: Glória, Divino Espírito Santo, Jockey de Itaparica, Itapuã, Novo México, Ibes, Santos Dumont, Araças, Ponta das Garças, Darly Santos, Santa Paula II, Barramares, Balneário Ponta da Fruta, Riviera da Barra, Morada da Barra, Jabaeté, Normilia da Cunha, Barra da Jucu, São Conrado e Vale Encantado.