Com água mais baixa, 400 moradores de Viana voltam para suas casas após fortes chuvas

Geral

Com água mais baixa, 400 moradores de Viana voltam para suas casas após fortes chuvas

Dessa forma, a cidade não possui mais desabrigados e desalojados por causa da enchente. Prefeitura iniciou, nesta quarta, a limpeza das ruas do município

Foto: Divulgação / Prefeitura de Viana

As mais de 400 pessoas que tiveram de deixar suas casas em Viana, por causa da forte chuva que atingiu o município nos últimos dias, já puderem retornar para suas residências. Dessa forma, a cidade não possui mais desabrigados e desalojados por causa da enchente.

Com a diminuição da chuva e o sol já aparecendo em alguns momentos do dia, o nível da água baixou em Viana, o que favoreceu o retorno dos moradores a seus lares. A prefeitura informou que ajudou, por meio de equipamentos de sucção, a retirar a água de dentro de algumas casas dos moradores.

Na segunda-feira (11), cinco pessoas de uma mesma família chegaram a ser encaminhadas para um abrigo da prefeitura, após o telhado da casa onde eles moram, no bairro Bom Pastor, sofrer uma infiltração. No entanto, os dois adultos e três crianças voltaram para o imóvel na terça-feira (12).

No início da noite de terça, o prefeito de Viana, Wanderson Bueno, informou que havia decretado situação de emergência para o município. O decreto possibilita um poder de resposta maior para obras de infraestrutura e obtenção de recursos do Estado e da União.

Segundo o boletim da Defesa Civil estadual, divulgado no início da manhã desta quarta-feira, a cidade tinha sido a mais atingida pela chuva, em 24 horas. Nesse período, o acumulado de chuva registrado foi de 86,6 milímetros.

Trabalho de limpeza é intensificado em Viana

Com o nível da água tendo baixado no município, a Prefeitura de Viana intensificou o trabalho de limpeza nas ruas da cidade, para retirar das vias e bueiros toda sujeira, lama e materiais que foram arrastados pelos alagamentos. 

Segundo a prefeitura, equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Ordem Pública foram destacadas para trabalhar em todas as áreas afetadas pelas fortes chuvas dos últimos quatro dias.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Viana

A limpeza de ruas com carros-pipa e a desobstrução de lixo, galhos e entulhos jogados no Rio Formate, na região do bairro Industrial, com a utilização de retroescavadeira e caminhão basculante, para a retirada de materiais, foram outras ações realizadas. O serviço foi feito em ruas de Bom Pastor, Vila Bethânia e Industrial.  

Ainda de acordo com a prefeitura, o serviço de tapa-buracos nos bairros tem previsão de ocorrer a partir desta quinta-feira (14), se o tempo ficar firme.

A administração municipal informou ainda que a limpeza e dragagem do Rio Formate, que corta bairros do município e provoca os alagamentos, será autorizada pelo governo estadual. A solicitação foi realizada em forma de projeto, há alguns meses, ao governo do Estado e deve ter início em breve.

Segundo a prefeitura, a Defesa Civil municipal continua monitorando o nível da água dos rios Formate e Jucu, que já baixaram. O Rio Formate corta, em Viana, os bairros Formate, Marcílio de Noronha, Industrial, Vila Bethânia, Campo Verde, Coqueiral de Viana e Morada de Bethânia.

"Estamos trabalhando para que a rotina dos vianenses volte à normalidade, mas ainda com atenção redobrada às áreas de risco e ao nível dos rios, e também buscando formas para que em novos períodos de chuvas a população não seja prejudicada", disse o prefeito Wanderson Bueno.

LEIA TAMBÉM:
>> Inmet faz novo alerta de chuvas intensas para 19 cidades do ES
>> VÍDEO | Idosa de 83 anos tem casa interditada após prédio ao lado desabar em Vila Velha
>> Chuva dá trégua, mas ruas de Cobilândia amanhecem alagadas