• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Praça do Povo' conta a história e consegue doações para menino que convive com doença rara

Geral

'Praça do Povo' conta a história e consegue doações para menino que convive com doença rara

Por conta da doença, Kauan não fala, não anda sozinho, não mastiga, tem incontinência urinária e fecal e chega a usar um pacote de fraldas por dia

Foto: Reprodução TV Vitória

Nesta semana, o quadro 'Praça do Povo', do Balanço Geral, da TV Vitória/Record TV, contou a história do menino Kauan que, com apenas 10 anos de idade, sofre com uma doença rara que o impede de alcançar metas de desenvolvimento, tendo um retardo mental e dificuldade de locomoção. 

Foto: Reprodução TV Vitória

Tereza, a mãe do menino, teve uma gestação de risco e, segundo ela, até o nascimento da criança, nada em relação a doença constava em seus exames. Com um ano de idade, Kauan começou a ter crises convulsivas repetitivas. Eram quase 18 crises por dia. O pequeno precisou ser acompanhado e avaliado por médicos, que chegaram a conclusão de que Kauan tinha uma má formação do cérebro, conhecida como agenesia do corpo caloso.

Kauan começou a andar com 4 anos de idade. A mãe explica que ele voltou a retrair tudo, se tornando novamente um "bebê". Como ele não consegue andar, Tereza precisa carregá-lo no colo e tudo isso vem acompanhado de constantes dores que o pequeno sente. Por causa desses sintomas, Kauan grita muito e precisa de uma atenção especial.

Foto: Reprodução TV Vitória
Neurologista Fernando Cabral

Em entrevista, o médico neurologista Fernando Cabral explicou que a doença se trata de uma rede de fibras que conecta o lado direito com o lado esquerdo do cérebro. "É uma comunicação entre os dois hemisférios. Ocorre um problema no desenvolvimento desse corpo caloso, causando uma série de problemas e desses principais problemas estão, alterações de comportamento, crises convulsivas e alteração de desenvolvimento".

Atualmente, Kauan não fala, não pode andar sozinho, não mastiga, tem incontinência urinária e fecal, fazendo com que o pequeno use um pacote de fraldas por dia.

Doações recebidas para o menino Kauan

Como sempre, a grande audiência do programa resultou em mais uma rede de solidariedade, criada pelos amigos da Praça. Tereza ganhou um colchão super confortável para o seu filho e ficou muito feliz: "O colchão do Kauan é maravilhoso, estou muito feliz".

O Evaldo, um telespectador do programa, se solidarizou com a situação de Kauan, e o presenteou com uma cadeira de rodas. Já o gerente da farmácia Preço Baixo de Cobilândia, Matheus Martins, também ficou comovido com a situação de Kauan e doou vários pacotes de fraldas, além de se disponibilizarem a continuar ajudando Tereza.

Foto: Reprodução TV Vitória