• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Supermercado e até free shop podem ser lançados na área do Aeroporto de Vitória

Geral

Supermercado e até free shop podem ser lançados na área do Aeroporto de Vitória

A ASeB assume a administração do local no início de janeiro e já trabalha para levar mais opções de lojas de luxo e entretenimento para o aeroporto

Foto: Divulgação / Infraero

A partir do início de janeiro, a empresa Aeroportos do Sudeste do Brasil (ASeB), criada pela Zurich Airport, passa a administrar as operações do Aeroporto de Vitória. Dentre os planos de melhorias na infraestrutura do terminal de passageiros e da área correspondente ao local, estão propostas de instalação de novas lojas, áreas de entretenimento e até supermercados.

O CEO da ASeB, Matthias Poeter, afirmou, em encontro com jornalistas nesta quinta-feira (07), que há propostas de investimentos na área do aeroporto. Para ele, a empresa agora detém um dos poucos locais onde há possibilidade de crescimento. "Vitória tem pouca área para crescer e nós somos responsáveis por este crescimento. Temos uma das últimas áreas nobres da cidade. Lançamos um projeto, mas em breve vamos falar com mais detalhes. Vamos estudar e ouvir empresários. Estamos abertos a propostas, como supermercados ou um centro de convenções, talvez", disse.

Poeter também destacou que pequenas mudanças já ocorrem no terminal de passageiros, mas a proposta é trazer cada vez mais opções para o principal aeroporto capixaba. "Pensamos já em novas lojas e uma nova oferta comercial. Iniciamos isso com pequenas coisas, como quiosques para tomar um sorvete ou comprar chocolate, por exemplo. Tentaremos introduzir um conceito mais global da oferta comercial aqui no aeroporto, que talvez também precise de uma mudança dentro da infraestrutura e dentro da arquitetura do terminal", destacou.

Foto: Iures Wagmaker / Folha Vitória
CEO da Zurich Airport Latin America, Stefan Conrad, e o CEO da ASeB, Matthias Poeter

Desde a última terça-feira (05), o Aeroporto de Vitória está autorizado a receber voos internacionais para transporte de passageiros e serviços aéreos de cargas. Com a internacionalização, a empresa afirma que trabalhará em apoio às empresas interessadas em voos para outros países. Dessa forma, o terminal de passageiros pode ganhar até um ponto comercial muito procurado por turistas internacionais: os chamados free shops. "A partir do momento que tivermos voos internacionais, podemos sim ter uma free shop. Se não como uma loja, podemos ter um quiosque, em um novo modelo do comércio", afirmou Poeter.

Leia também: Zurich anuncia dois novos voos no Aeroporto de Vitória e diz que rotas internacionais dependem de demanda

No encontro, a empresa não quis divulgar nomes de empresas e nem valores de investimentos. Um dos empreendimentos que já está em fase de construção na área do aeroporto é a francesa Leroy Merlin. A loja ficará no cruzamento das avenidas Fernando Ferrari e Adalberto Simão Nader e terá um galpão com 15.727,50m² de área de construção, com mais de 330 vagas para estacionamento.

Como entretenimento, já em uso no Aeroporto de Vitória, o Espaço Patrick Ribeiro recebe diversos eventos e shows de diversos estilos. A empresa afirma que o local continuará funcionando, pois entende que a casa de shows é um importante espaço para o incentivo à cultura no Espírito Santo.

O CEO da empresa ainda afirmou que a divulgação de Vitória e do Espírito Santo será trabalhada para atrair cada vez mais pessoas a conhecerem a região. "Vemos um grande potencial em Vitória e região. É uma cidade bem organizada, bem limpa e segura. Então nossa visão é de divulgar essa situação de uma forma mais forte fora do país", disse.

Nova administração a partir de janeiro

A ASeB assume a administração do aeroporto no dia 02 de janeiro de 2020. Os trabalhos de transição já estão sendo realizados em parceria com a Infraero, estatal que atualmente administra o aeroporto. Representantes da empresa afirmam que a proposta é melhorar a infraestrutura para pousos e decolagens, além de implantar melhorias nos serviços e atendimentos ao público.

A empresa responsável afirma que não haverá necessidades de grandes investimentos no Aeroporto de Vitória. “Precisamos investir para cumprir com a norma de certificação nacional exigida. Os próximos investimentos que o passageiro vai ver é a troca de sinalização dentro do terminal. A partir do início do ano que vem, vamos trazer uma nova sinalização, mas com a mesma proposta: guiar e melhorar o acesso dos passageiros até o local de embarque”, explicou o CEO da empresa.

Uma das novidades já começa neste mês de novembro. A partir do dia 15, mais dois voos diários partirão do Aeroporto de Vitória com destino ao Rio de Janeiro. A empresa responsável pelas viagens é a Latam. “Os novos voos são parte da responsabilidade da companhia aérea. Nós apoiamos as empresas neste contexto. Trabalhamos em relação para fazer um link do mercado com a companhia e trabalhamos juntos com o Estado a fim de divulgar o potencial turístico da região”, disse Matthias Poeter.

Já o Aeroporto de Macaé vai passar por melhorias mais visíveis e que vão demandar um valor maior de investimentos. Uma das obras, será a construção de uma nova pista para pousos e decolagens. “A empresa gera receita e tem que investir, por exemplo nesta nova pista em Macaé. Não são recursos públicos e sim, privados”, explicou o CEO da empresa.

A ASeB é uma empresa com sede em Vitória, criada pela Zurich Airport para administrar as operações nos aeroportos de Vitória e Macaé por 30 anos. A concessão dos terminais foi arrematada em leilão, realizado em março deste ano, na quinta rodada da Licitação dos Aeroportos.

A Zurich Airports atua no Brasil desde 2012 e já opera os aeroportos internacionais de Belo Horizonte e Florianópolis. Em Vitória, a empresa quer ampliar as operações. Com a reforma concluída em 2018, a capacidade do aeroporto passou de 3,3 milhões para 8,4 milhões de passageiros por ano.