• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bebê abandonado em Cariacica recebe alta e será encaminhado para adoção

  • COMPARTILHE
Geral

Bebê abandonado em Cariacica recebe alta e será encaminhado para adoção

A criança foi encontrada dentro de uma bolsa por um motoboy. Ele estava internado no Hospital Infantil de Vitória há uma semana

O menino recém-nascido carinhosamente chamado de Benjamin recebeu alta na manhã desta sexta-feira (14), mas só deve deixar o Hospital Infantil de Vitória após decisão judicial. De acordo com funcionários, o bebê será encaminhando para adoção.

O bebê foi encontrado na manhã da última sexta-feira (7), em uma rua do bairro Oriente, em Cariacica. Ele estava dentro de uma bolsa, colocada ao lado do muro. Um motoboy percebeu que havia algo estranho e se surpreendeu com o que estava lá dentro.

A mãe do bebê abandonado foi localizada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). De acordo com as investigações, a mulher não identificada sofre de transtornos psicológicos e desde 2013 era considerada incapaz pela Justiça. Por isso, foi mantida em liberdade.

"Pelo fato dela ser absolutamente incapaz, ela vai estar submetida a uma medida de segurança. Então não foi realizada a prisão da investigada. Ela pode estar sujeita, por exemplo, a ficar em um hospital de custódia ou alguma outra medida no sentido do tratamento, de auxiliá-la mesmo. Pelo fato de ser absolutamente incapaz, ela não cometeu o crime de forma voluntária, ou seja, ela não tinha consciência plena do que fazia", destacou o delegado Lorenzo Pazolini.

Em depoimento a mãe do bebê contou que havia ido ao cemitério do bairro oriente para visitar o túmulo do pai. Ela acabou se sentido mal e fez o parto sozinha no local. A mulher achou que o bebê estava morto e o abandonou na calçada. De acordo com o delegado, ela se emocionou ao saber que o filho estava vivo.

"Essa criança, na verdade, é fruto de um estupro, porque a mãe é uma cidadã absolutamente incapaz para os atos da vida civil. Desde fevereiro de 2003 ela já havia sido interditada pelo poder judiciário", destacou o delegado.

Depois de uma semana de cuidados na Unidade de Tratamento Intensivo do hospital, Benjamin está fora de risco. Recuperado, o pequeno deve ser conduzido para um abrigo, onde ficará à espera de uma nova família.