• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Homem viaja 1800 km com esposa morta no porta-malas

  • COMPARTILHE
Geral

Homem viaja 1800 km com esposa morta no porta-malas

Dequalan Harris afirmou à polícia que carregou o corpo 'por amor'

A vítima Tamara Harris, de 33 anos, e Dequalan Harris, 35, estavam prestes a se divorciar quando Tamara desapareceu em Cedar Hill, no Texas (EUA) na última sexta-feira (14). A polícia foi acionada por parentes que não tinham ouvido falar da americana, nem do filho, há vários dias. Quem resolveu o caso, no entanto, foi a polícia da cidade de Mansfield, localizada do Estado de Ohia, que fica a milhares de km da cidade onde o casal vivia. 

Para tentar descobrir algo sobre o paradeiro de Tamara, os oficiais usaram o localizador do carro dela, um Chevy Traverse 2015. Descobriram que o veículo estava na cidade de Mansfield, Ohio, a cerca de 1800 km de Cedar Hill, onde ela vivia. Na manhã seguinte, a polícia foi até o local. O SUV foi encontrado estacionado na rua, na frente de uma casa que a família desconhecia.

O marido Harris foi encontrado lá dentro com outra mulher. A moça, descrita como namorada do americano, afirmou que ele chegou à sua casa cerca de 3:30 da manhã, na sexta-feira (14). 

De acordo com o jornal Mansfield News, Harris disse à polícia que não tinha visto Tamara desde quinta-feira, quando ele pegou o filho do casal na dela dela, em Cedar Hill. Ele foi preso antes de confessar o crime. Ao rebocar o carro da mulher, a polícia descobriu o corpo de Tamara no o porta-malas no veículo. Harris está detido em Ohio, sob acusações de resistência à prisão, obstrução de informações e abuso de cadáver.

Ele viajou até a cidade de Ohio carregando o corpo da mulher "por amor", segundo informou a polícia de Mansfield. Sem mais confissões, somente uma autópsia determinará a causa do falecimento dela. A morte, até o momento, permanece um mistério. 

A polícia ainda está investigando se houve um histórico de violência entre os dois. A criança que estava junto é o filho do casal e está sob custódia do serviço infantil até que possa ser devolvido aos membros da família, disse a polícia.