• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Temperaturas voltam a cair e há possibilidade de neve no Sul do Brasil

  • COMPARTILHE
Geral

Temperaturas voltam a cair e há possibilidade de neve no Sul do Brasil

Uma forte massa de ar polar pode fazer com que ocorra o fenômeno em algumas cidades da região Sul

Na próxima segunda-feira (17), os moradores de algumas localidades da região Sul do país poderão vivenciar um fenômeno não muito comum no Brasil. De acordo com informações do Instituto Climatempo, algumas simulações feitas por supercomputadores indicaram a possibilidade de nevar nestes locais.

A hipótese está sendo considerada por causa de uma massa de ar de origem polar extremamente forte que avança sobre o centro-sul da América do Sul nos próximos dias. No decorrer da semana, a área com chance de neve aumentou e está sendo indicada não apenas para cidades catarinenses onde o fenômeno costuma ocorrer, como São Joaquim, Urubici e Urupema, mas também para cidades de menor altitude da serra e do planalto gaúcho e das regiões de planalto no sul e no norte de Santa Catarina. A chance de nevar em cidades como Palmas e União da Vitória, no sul do Paraná não pode ser completamente descartada. Além da neve há chance também de fenômenos como chuva congelada e sincelo.

O fenômeno, no entanto, deve ocorrer somente no dia 17 de julho. A neve pode começar já pela manhã, mas as condições são maiores durante a tarde e à noite, a medida que a atmosfera vai ficando cada vez mais gelada. Não há condições para nevar no dia 16 porque o ar ainda não estará suficientemente frio e nem úmido sobre o Sul do Brasil para que haja a formação de nebulosidade e de cristais de gelo.

O dia 17 é "o" dia da neve porque é neste dia que o centro da forte massa de ar de origem polar estará no norte da Argentina, e começa a injetar o frio intenso sobre o Sul do Brasil, e é quando teremos muita umidade na Região. Não basta estar muito frio. É preciso ter umidade para formar as nuvens.

Veja no mapa os locais que podem registrar o fenômeno:

O centro de uma massa polar é a região mais fria. Na segunda-feira, o frio intenso será a bola na marca do pênalti, o Sul do Brasil o gol e o goleiro estará fora da sua posição para tentar a defesa. Na terça-feira (18), a bola entra com tudo e mais 100 sobre o Sul do Brasil. Frio indefensável, que vai fazer a Região Sul congelar. Ainda neste dia pode ocorrer geada forte e temperaturas negativas no Sul e não mais as condições para nevar.