• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vistoria da OAB encontra mofo e irregularidades no Hospital Infantil de Vitória

  • COMPARTILHE
Geral

Vistoria da OAB encontra mofo e irregularidades no Hospital Infantil de Vitória

Mofo, goteiras e estrutura física crítica são alguns dos problemas relatados pela Comissão de Direitos Humanos da OAB-Es, que vai produzir um relatório sobre o tema

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil no Espírito Santo (OAB/ES) constatou irregularidades durante vistorias no Hospital Infantil de Vitória e no Hospital Estadual de Urgência e Emergência, o antigo Hospital São Lucas.

A vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Flávia Murad, disse que a inspeção foi feita após denúncias. “A OAB, por meio da Comissão de Direitos Humanos, recebeu algumas denúncias sobre o Hospital Infantil. De posse dessas denúncias, como é de padrão, fomos fazer uma inspeção e encontramos irregularidades”.

Segundo Flávia, as inspeções feitas entre os meses de junho e julho constataram que os maiores problemas foram encontrados no Hospital Infantil, onde a estrutura física é crítica. Há sérias avarias, mofo, infiltrações e goteiras por todo a unidade. “A primeira irregularidade é a situação da estrutura do Hospital Infantil. Os danos são visíveis. Há deterioração, mofo por todo hospital e muitas goteiras”.

De acordo com informações da OAB, há também superlotação e necessidade de vagas nas UTI’s pediátrica e neonatal. No Hospital Estadual de Urgência e Emergência, o antigo São Lucas, o problema ainda é a falta de leitos de retaguarda na enfermaria, além do pronto-atendimento que não funciona de maneira eficiente. "A estrutura do São Lucas é boa, o problema é a superlotação. A demanda é muito grande para um hospital de nível estadual atender", disse Flávia. 

Um relatório vai ser entregue ao conselho da OAB capixaba para que sejam adotados os encaminhamentos necessários. "A comissão produz um relatório e encaminha para o conselho da seccional para que sejam tomadas as devidas providências. A Comissão de Direitos Humanos atua sempre quando há problemas", informou Flavia. 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que, ainda este mês, o pronto-socorro do Hospital Infantil de Vitória será transferido para o Hospital da Polícia Militar (PM), e que vai ampliar o número de leitos pediátricos de 171 para 294. A Sesa disse também que no Hospital São Lucas os pacientes são atendidos e, de acordo com a necessidade, transferidos para outras unidades.