• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Curso de Formação em Cachoeiro motiva moradores a desenvolver projetos ambientais

  • COMPARTILHE
Geral

Curso de Formação em Cachoeiro motiva moradores a desenvolver projetos ambientais

Os agentes que participaram do encontro já se mobilizam para a revitalização de um córrego no bairro, que possui oito nascentes. O projeto ‘Amigos do córrego Salgadinho’ espera envolver toda a comunidade

Com o intuito de desenvolver projeto e ações ambientais no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Cachoeiro, a BRK Ambiental realizou o Curso de Formação de Agentes Comunitários Ambientais, que contou com uma visita à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Coronel Borges e à Estação de Tratamento de Água na Ilha da Luz.

Além disso, foram realizadas palestras e dinâmicas em grupo, promovidas por Paulo Arantes, biólogo convidado, e por Micheline Bernabé, da área de Responsabilidade Socioambiental da BRK Ambiental. Foram apresentadas informações sobre saneamento básico – água, esgoto e resíduos sólidos, para preparar os moradores para replicarem boas práticas socioambientais junto à sua comunidade.

Duas participantes relataram que o curso deu um impulso a mais para colocarem em prática o projeto “Amigos do córrego salgadinho”. A dona de casa Degmar Soares disse que o riacho, que passa pela região, precisa de mais cuidado, envolvendo a participação da comunidade. “O curso foi muito bom, aprendemos sobre as doenças causadas por água contaminada, por exemplo. Algo que a gente não conhecia. Me juntei com umas pessoas para fazer parte do ‘Amigos do córrego salgadinho’”, relata.

A moradora conta que o córrego possui oito nascentes que precisam de mais atenção. “Nossa intenção é proteger as nascentes, conscientizando para que não se jogue lixo, e replicando os conhecimentos do curso realizado pela BRK Ambiental. Já até falamos sobre os conhecimentos que adquirimos para alguns moradores. É um trabalho de formiguinha. Precisamos ter mais conscientização, porque água é vida”, completa Degmar Soares.