• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Faltam dois meses para desligamento do sinal analógico na GV. Veja se sua TV está preparada!

  • COMPARTILHE
Geral

Faltam dois meses para desligamento do sinal analógico na GV. Veja se sua TV está preparada!

As pessoas que possuem televisores de tubo ou de tela plana fabricados antes de 2010 devem instalar uma antena e um conversor

O sinal analógico de televisão está com os dias contados na Grande Vitória. Os capixabas que ainda não possuem um aparelho de televisão com a tecnologia do sinal digital, precisam instalar um conversor até o dia 25 de outubro, já que a programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema. 

A Seja Digital, entidade não governamental e sem fins lucrativos, responsável pela gestão do processo de migração do sinal, orienta a população para dois equipamentos que podem transformar as antigas TVs de tubo em TVs aptas a receber o sinal digital, continuando a funcionar normalmente após o desligamento do sinal.

Para ter acesso ao sinal digital, as pessoas que possuem televisores de tubo ou de tela plana fabricados antes de 2010 devem instalar uma antena e um conversor, que podem ser adquiridos em lojas de eletrônicos. Seguindo algumas recomendações simples, o sinal digital será recebido com o máximo de qualidade.

Saiba se sua residência já está preparada ou se será necessário providenciar mudanças para continuar acompanhando os sinais abertos.

Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser própria para isso e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa. Em caso de dúvidas, é recomendável contatar um antenista para fazer a instalação corretamente.

Televisor – Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

Conversor – São eles que transformam o sinal digital em analógico para que sua TV continue com a programação. Estão disponíveis em diversos modelos e faixas de preço. Podem incluir recursos como função de gravação de programas, entrada USB para conectar pen drives com conteúdos de vídeo, conexão HDMI, central interativa de mídia e painel com funções de navegação. Os conversores também vêm acompanhados de controle remoto, o que acaba sendo um recurso adicional para TVs antigas que não tenham o acessório.

Kits gratuitos
As pessoas que participam de algum programa social do Governo Federal nas 7 cidades previstas para a digitalização da TV na região podem agendar a retirada de seu kit, contendo conversor, antena e cabos, pelo telefone 147 (ligação gratuita) ou pela internet. 

Para saber se tem direito, o beneficiário deve acessar o portal www.sejadigital.com.br/kit, clicar em “Programa de Distribuição de Kits” no menu superior e fazer a pesquisa utilizando o NIS (Número de Identificação Social) do responsável familiar. Caso não saiba qual seu número de NIS, basta ligar para a Central de Relacionamento do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, no 0800-707-2003.

Transmissão digital na TV Vitória

A TV Vitória/Record TV mais uma vez saiu na frente e já disponibilizou a cobertura 100% digital nos sete municípios da Grande Vitória, com 70 dias de antecedência ao prazo estabelecido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

A inauguração da transmissão pela rede SFN, no canal 6.1, aconteceu no dia 15 de agosto, no Morro da Fonte Grande, em Vitória. Com isso, cerca de 2 milhões de pessoas, em aproximadamente 700 mil residências da região metropolitana, já podem ter acesso a uma imagem e a um som de altíssima qualidade na tela da TV Vitória.

A transmissão SFN - Single Frequency Network ou Rede de Frequência Única, em uma tradução literal - é um sistema em que o usuário não precisa trocar a frequência de um canal quando a recepção do sinal estiver sendo obtida de uma forma móvel, como um celular, por exemplo. Na prática, o telespectador da TV Vitória receberá a transmissão em um único sinal em qualquer um dos municípios da Grande Vitória.