• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Furacão Harvey atinge o sudeste do Texas, nos Estados Unidos

  • COMPARTILHE
Geral

Furacão Harvey atinge o sudeste do Texas, nos Estados Unidos

A região já havia sido alertada para se preparar para o que meteorologistas previam como ondas de tempestade de ameaça à vida

O furacão Harvey se instalou no sudeste do Texas no início deste sábado, atingindo a costa do estado com ventos fortes e chuva intensa ao longo de centenas de quilômetros de litoral. A região já havia sido alertada para se preparar para o que meteorologistas previam como ondas de tempestade de ameaça à vida.

O furacão mais intenso a atingir os EUA em mais de uma década chegou ao país na noite desta sexta-feira a cerca de 48 quilômetros de Corpus Christi como uma tempestade de categoria 4, com ventos de 209 quilômetros por hora. Gradualmente enfraqueceu-se nas horas seguintes e o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos disse que Harvey voltou a ser uma tempestade de categoria 1.

A aproximação de Harvey levou dezenas de milhares de residentes a fugir para o interior, na esperança de escapar da tempestade que ameaça não apenas a costa, mas uma ampla faixa do Texas que abriga refinarias de petróleo, indústrias químicas e pode inundar Houston, a quarta maior cidade do país.

Nenhuma morte foi confirmada nas primeiras horas após a chegada de Harvey, mas as autoridades alertaram que as equipes de emergência não conseguiram sair em muitos lugares devido aos fortes ventos. A vice-coordenadora de gestão de emergências em Nueces County, Melissa Munguia, disse no início deste sábado que poderia levar horas até que as equipes possam avaliar completamente os danos nas comunidades costeiras.

Os primeiros relatórios vieram de Rockport, uma cidade costeira de cerca de 10 mil pessoas que estava no caminho de Harvey quando ele chegou a terra. Autoridades confirmaram que o telhado da escola secundária da comunidade desmoronou parcialmente e que o centro histórico tinha danos extensos.

Alimentado pelas águas quentes do Golfo do México, Harvey cresceu rapidamente, acelerando da categoria 1, no início da manhã de sexta-feira a uma categoria 4 à noite. Sua transformação de uma tempestade sem nome a uma significativa ameaça a vida levou apenas 56 horas, uma intensificação bastante rápida.

Harvey se tornou o furacão mais intenso a atingir os EUA em 13 anos e o mais forte no Texas desde o furacão Carla, de 1961, o mais poderoso furacão registrado no estado. Com base na pressão atmosférica, Harvey seria o 18º furacão mais forte a chegar aos Estados Unidos desde 1851 e o nono mais forte no Texas. Além dos ventos de 209 km/h e ondas de até 4 metros, Harvey deveria produzir um forte volume de chuva, resultando em uma inundação que, segundo um especialista, poderia ser de "profundidade nunca vista".

No pior cenário, o furacão poderia abraçar a costa por dias e se manter forte o suficiente para ser uma tempestade tropical pelo menos até a quarta-feira. Durante esse período, a tempestade pode significar entre 0,61 metro e 0,91 metro de chuva.

Na próxima semana, os meteorologistas disseram que Harvey poderia voltar às águas quentes do Golfo do México, que fornecem combustível para o furacão, depois voltar para um potencial segundo round sobre o que pode ser uma área já inundada de Houston-Galveston.

Fonte: Associated Press