• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Missa no Convento da Penha vai homenagear vítimas de acidentes de trânsito no ES

  • COMPARTILHE
Geral

Missa no Convento da Penha vai homenagear vítimas de acidentes de trânsito no ES

Esse é o 11º ano em que o evento acontece no Estado. Desta vez, a celebração também vai lembrar o trágico acidente que aconteceu na BR 101, em Guarapari

O Dia Estadual em Memória às Vitimas de Acidentes de Trânsito é comemorado no primeiro domingo do mês de agosto. A data, que é marcada por uma celebração no Convento da Penha, foi instituída pela Lei 9.989. Este ano a celebração acontecerá no dia 6 de agosto, a partir das 9 horas da manhã.

De acordo com informações do Convento da Penha, que está a frente da organização, além de rezar pelas vítimas, a celebração tem por objetivo oferecer uma palavra de conforto para os familiares que sofrem com a dor da saudade.

De acordo com os organizadores, o evento não é apenas para católicos e famílias que perderam entes queridos nas estradas, mas para todas as pessoas de outras religiões e que sentirem o desejo de participar.

As celebrações são o resultado da Lei proposta à Assembleia Legislativa pelo então titular da Delegacia de Delitos de Trânsito, Fabiano Contarato. Segundo ele, diante do sofrimento das famílias que perdiam seus parentes em acidentes, surgiu a ideia de relembrar estas pessoas em um ato cristão. No ano passado o evento contou com mais de 5 mil pessoas.

Acidente na BR 101

A batida envolveu um ônibus interestadual, uma carreta carregada com uma pedra de granito e duas ambulâncias de municípios do interior do Estado, que aconteceu em junho. Vídeos mostraram o desespero das vítimas. No total, 23 pessoas morreram.

O número inicial era de 21 mortos, mas duas vítimas que deram entrada no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra, em estado grave, não resistiram aos ferimentos e acabaram morrendo. Entre elas estava um jovem de 24 anos, que teve 95% do corpo queimado.

Um dos proprietários da empresa Jamarli Transportes, responsável pela carreta, chegou a ser preso em flagrante no dia (23), mas foi liberado no dia seguinte.