• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

"É um acidente que poderia ter sido evitado", afirma secretário de segurança do Estado

  • COMPARTILHE
Geral

"É um acidente que poderia ter sido evitado", afirma secretário de segurança do Estado

Foram registradas 11 mortes na batida envolvendo caminhões e micro-ônibus que aconteceu na BR 101, em Mimoso do Sul

O acidente que vitimou 11 pessoas e deixou nove feridos, sendo dois graves, poderia ter sido evitado. A afirmação foi feita pelo secretário de Estado de Segurança Pública, André Garcia. Segundo ele, todo esforço necessário para minimizar os efeitos da tragédia, que aconteceu na tarde do último domingo (10), foi feito.

"De certa forma é um acidente que poderia ter sido evitado, e nós sabemos disso, tanto pela postura na direção, quanto pelas condições da estrada. Todo apoio foi dado desde o início, desde que tomamos conhecimento do ocorrido. Todo esforço foi feito para que a gente pudesse pelo menos minimizar os efeitos dessa tragédia", afirmou. 

Segundo o secretário, os corpos foram deslocados com Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim para o Departamento Médico Legal (DML) em Vitória também para facilitar a liberação para os familiares. 

"Deslocamos os corpos para cá [Vitória]. Eles vão ser periciados e estamos agilizando todo o processo de liberação por determinação do superintendente de polícia técnico-científica, Danilo Bahiense. A liberação vai ser feita rapidamente aqui mesmo no DML, para evitar mais transtornos para as famílias e amigos", disse Garcia. 

Além disso, ele também informou que os familiares das vítimas estão recebendo atendimento psicológico no auditório da Polícia Civil. "Esse atendimento é para que eles passem por esse acontecimento da melhor forma possível. As investigações estão sendo feitas e foi determinado pela chefia da Polícia Civil o reforço da equipe de investigação lá em Mimoso com policiais especializados em investigações de acidentes de trânsito. O que for possível de ser feito para chegarmos a conclusão da responsabilização de quem quer que seja será feito".

O secretário ainda disse que é provável que oito corpos carbonizados sejam reconhecidos através do exame de DNA. "Na nossa previsão o resultado deve sair em 15 dias no máximo", destacou.