• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Familiares organizam missa no local onde médica foi assassinada em Vitória

  • COMPARTILHE
Geral

Familiares organizam missa no local onde médica foi assassinada em Vitória

Na capela do Hucam quem celebrará a missa será o bispo da Arquidiocese de Vitória

Os familiares da médica Milena Gotardi Tonini Frasson, de 38 anos, que foi assassinada na última quinta-feira (14), ao sair de um plantão no Hospital das Clínicas (Hucam), em Vitória, estão organizando uma missa de sétimo dia para ela. A princípio, serão realizadas três celebrações. Uma delas acontece na capela do Hucam.

De acordo com o Hospital das Clínicas, a missa acontecerá nesta quinta-feira (21), às 11 horas. A celebração será conduzida por Dom Sevilha, bispo da Arquidiocese de Vitória. Além disso, o tio de Milena, Geraldo Gotardi, disse que as outras celebrações acontecerão na Paróquia Santa Rita de Cássia, na Praia do Canto, e outra em Fundão, onde ela foi velada.

Os horários dessas outras duas missas ainda não foram confirmados pela família. Segundo o tio da médica, eles estão definindo como será e depois vão informar todos que desejam participar e prestar uma homenagem para a médica. 

Milena foi baleada na última quinta-feira (14), não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte. Ela saída do plantão, junto com uma amiga, quando foi surpreendida. O caso já está sendo tratado como feminicídio pelas equipes de investigação, segundo adiantou com exclusividade o secretário de Segurança, André Garcia, ao Folha Vitória na manhã da última segunda-feira (18).

No último final de semana, a Rede Vitória conseguiu confirmar a informação de que dois suspeitos foram detidos. Um deles foi o homem acusado de executar a vítima. Dionathas Alves Vieira está preso no Centro de Triagem de Viana. Ele também responde a outros processos por roubo e até por ameaça a mulher

Leia também:
>> Inquérito sobre morte de médica tramitará em sigilo, diz Sesp
>> Advogado do ex-marido de médica assassinada solicita cópia de inquérito à polícia
>> Polícia apreende celular de ex-marido de médica assassinada em Vitória

OAB e MP

Na última terça-feira (19), o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES), Homero Mafra, representantes do Ministério Público Estadual e o superintendente de polícia especializada estiveram na Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM). Mafra disse que procurou o delegado Janderson Lube, responsável pela investigação da morte de Milena. O presidente da OAB-ES afirmou que foi à delegacia para garantir que os advogados do ex-marido da médica tenham acesso ao inquérito, mas afirmou que esta foi apenas uma medida de cautela, e que não houve acionamento formal da OAB por parte dos advogados.