• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Parquímetros de Santa Lúcia, em Vitória, começam a funcionar

  • COMPARTILHE
Geral

Parquímetros de Santa Lúcia, em Vitória, começam a funcionar

Os parquímetros estão distribuídos nas ruas Constante Sodré, Eurico de Aguiar, Eugênio Netto, José Teixeira e Arnaldo Magalhães Filho

O novo estacionamento rotativo do bairro Santa Lúcia, em Vitória, começou a funcionar nesta segunda-feira (11). Os parquímetros estão distribuídos nas ruas Constante Sodré, Eurico de Aguiar, Eugênio Netto, José Teixeira e Arnaldo Magalhães Filho.

Ao todo, são ofertadas 250 vagas. De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran), Tyago Hoffmann, a região foi contemplada por concentrar muitos estabelecimentos de comércio e serviços.

"Nós ampliamos o uso do espaço público e democratizamos as vagas. Trata-se de um espaço conflituoso, já que concentra clínicas, escolas, bares e o Centro de Convenções, e há pessoas que deixam seus carros estacionados o dia inteiro. Estamos devolvendo o espaço para os moradores", disse.

De acordo com Tyago Hoffmann, os parquímetros já mostraram a sua utilidade para a organização do trânsito na cidade. "Após a implantação do estacionamento rotativo na região do Centro e da Praia do Canto, recebemos várias demandas das comunidades solicitando a implantação dos parquímetros em seus bairros. As pessoas perceberam como o estacionamento rotativo deixa o trânsito mais organizado", destacou.

As novas vagas em Santa Lúcia integram a terceira fase de implantação dos parquímetros em Vitória, que já contemplou os bairros Bento Ferreira e Enseada do Suá (rua Duckla de Aguiar). Ainda este ano, farão parte do rotativo vias de Jardim da Penha e Cidade Alta.

Valores

O usuário pagará R$1,20 por até 30 minutos; até 1 hora, R$1,80; até 2 horas, R$ 2,40; e até 3 horas, R$ 3,50.

Investimentos

Tyago Hoffmann lembrou que todos os recursos arrecadados pela Prefeitura Municipal de Vitória com as cobranças nos estacionamentos rotativos da cidade são revertidos em investimentos no trânsito. "Isso é previsto em lei. Não se pode utilizar essa verba para outro setor. É importante destacar que o dinheiro é aplicado em melhorias nos semáforos, pinturas e placas de Vitória", pontuou.

O subsecretário de Trânsito, Anderson Barbosa, explicou que o município arrecada com os parquímetros em torno de R$ 116 mil, em média, por mês. Segundo ele, houve, este ano, um acréscimo na arrecadação por conta do aumento das áreas de rotativos.

Barbosa reafirmou a importância dos estacionamentos, que possibilitaram a democratização do espaço público, melhorando muito a mobilidade em toda a cidade. Ele assinalou ainda que o dinheiro arrecadado não vai para os cofres públicos. "Utilizamos parte na sinalização, entre outros itens nas vias da Capital, investimos também na fiscalização e aplicamos uma outra parcela em campanhas de educação e conscientização para um trânsito mais seguro".