• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Saiba os alimentos adequados para quem possui hipotireoidismo evitar outras doenças

  • COMPARTILHE
Geral

Saiba os alimentos adequados para quem possui hipotireoidismo evitar outras doenças

Nesta terça-feira (12), às 18h, a nutricionista Estela Reginatto participa de uma entrevista ao vivo no Facebook do Folha Vitória tirando dúvidas sobre o assunto

Veja a entrevista ao vivo!

Impactos no sistema cardiovascular, pulmonar, cerebral e problemas durante a gestação. Essas são algumas das disfunções que podem ocorrer em pessoas que tem hipotireoidismo. Apesar de não existir alimentos que curem ou previnam a doença, o consumo de alimentos com baixas calorias e ricos em nutrientes com vitaminas e minerais pode diminuir os efeitos do aumento de peso e prevenir outras doenças.

Segundo a nutricionista Estela Reginatto, o hipotiroidismo é caracterizado por uma deficiência de produção do hormônio T4 (tiroxina) e T3 (tri-iodotironina) pela glândula tiroide, que pode ser severa ou moderada. "Esses hormônios são fundamentais para a saúde geral do nosso corpo", diz a nutricionista.

"Os motivos do surgimento do hipotireoidismo podem ser diversos como: tendência genética, deficiência de iodo, deficiência de progesterona, dieta com baixo teor de carboidratos e falta de sal", acrescenta.

SINAIS E SINTOMAS DO HIPOTIREOIDISMO:

- Cansaço
- Sonolência
- Perda de memória e Concentração
- Intolerância ao frio
- Ganho de peso
- Constipação Intestinal
- Dificuldade de evacuar diariamente
- Depressão
- Irregularidade menstrual
- Unhas quebradiças
- Aumento do colesterol
- Aumento da sensibilidade a insulina

ALIMENTAÇÃO:

Estela revela que alimentos como soja, ervilha e glúten podem ser consumidos duas vezes por semana, mas não todos os dias. "Os fitoestrógenos presentes na soja, além de diminuírem a ação periférica dos hormônios tireoidianos, também afetam a sua síntese por inibição da tireoperoxidase, uma enzima chave na síntese dos hormônios tireoidianos", conta.

Crucíferas são indicadas a serem consumidas sempre cozidas em água:

- Couve
- Brócolis
- Rúcula
- Agrião
- Repolho
- Couve-flor
- Couve-de-bruxelas
- Acelga
- Rabanete
- Nabo
- Mostarda
- Raiz forte (wasabi)

"Compostos presentes nas crucíferas, como os isotiocianatos, podem interferir na capacidade do organismo de absorver iodo, um mineral essencial para o funcionamento da tireoide, e por isso são denominados 'bociogênicos', mas por outro lado estes alimentos como as crucíferas (da família da couve) são muito importantes para a prevenção de várias doenças como o câncer de mama, colo, bexiga e próstata. Existem vários meios de consumir este alimentos minimizando seus efeitos de absorção de iodo. Consuma estes alimentos somente se forem cozidos em água, pois o cozimento em água diminui a quantidade de isotiocianatos", fala Estela.

DICAS ALIMENTARES NO HIPOTIREOIDISMO:

- Consuma alimentos ricos em iodo como o ovo, aspargo (lembre de fazer cozido em água), cogumelo, espinafre (cozidos), gergelim, alho e abobrinha.

- Consumir a Castanha do Pará, cerca de 2 unidades ao dia, pois ela é rica em Selênio, um mineral muito importante para a saúde da tireoide.

- Consumir alimentos ricos em fibras para a correção da constipação intestinal muitas das vezes presente nesta doença, consumindo alface, ameixa, berinjela, cenoura crua, beterraba crua.

- Consumir cerca de 2,5 litros de água ao dia.

- Praticar atividade física diariamente.

Live sobre o assunto

Nesta terça-feira (12), às 18h, a nutricionista Estela Reginatto participa de uma entrevista ao vivo na Fanpage do Jornal Online Folha Vitória no Facebook. Têm dúvidas sobre o assunto? Fique ligado e participe da transmissão enviando seu relato ou questionamento sobre hipotireoidismo.