• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva causa queda de muros, alagamentos e deslizamentos na Grande Vitória

  • COMPARTILHE
Geral

Chuva causa queda de muros, alagamentos e deslizamentos na Grande Vitória

A Defesa Civil de cada município permanece em estado de atenção para o atendimento de eventuais ocorrências

As chuvas registradas, quase que ininterruptamente, na Grande Vitória desde essa segunda-feira (16) acende o estado de alerta para alagamentos de deslizamentos de terra que podem ocorrer diversas áreas. De acordo com a Defesa Civil dos municípios da região Metropolitana, várias ocorrências já foram registradas até a manhã desta terça-feira (17).

Em Vila Velha, o órgão registrou pelo menos 12 pontos de alagamentos nos bairros Aribiri, Ibes, Jardim Colorado, São Torquato, Alvorada, Itapoã, Cobilândia, Glória, Santos Dumont, Cristóvão Colombo e Divino Espirito Santo e o acesso à Segunda ponte. De acordo com a Defesa Civil do município, as áreas de risco situadas na encostas da cidade também estão sendo monitoradas, mas até o momento não houve necessidade de nenhuma medida emergencial.

Os pluviômetros instalados em Aribiri e Jaburuna registraram o maior volume de chuva com 25 milímetros/metro quadrado. As estações de bombeamento de Guaranhus, da Praia da Costa e do Sítio Batalha estão sendo acionadas como medida preventiva para baixar o nível dos canais e aumentar a capacidade de captação das águas da chuva.

Na manhã desta terça-feira, a Defesa Civil de Cariacica atendeu ocorrências causadas pelas chuvas. No bairro Novo Brasil, houve queda de um muro numa casa em construção e foi necessário o isolamento da área. Também houve queda de um muro no bairro Santa Cecília.

No bairro Santo André foi registrado deslizamento de terra (foto acima). Nenhuma residência foi atingida. Na BR 101, na Rodovia do Contorno, no km 284, houve deslizamento de pedras na noite de segunda-feira. O trânsito, em ambos os casos, não precisou ser interrompido.

Foram registrados pontos de alagamentos nos bairros de Jardim América e Campo Grande. Em nenhuma das ocorrências, houve registro de vítimas, acidentes ou desalojados e desabrigados. A Defesa Civil informa que continua monitorando áreas de risco, especialmente encostas e regiões ribeirinhas próximas ao rio Formate. Em caso de emergências, os moradores do município devem ligar para o telefone 98831-6000.

Em Vitória, de acordo com o coordenador da Defesa Civil, Jonathan Jantorno, até o momento não foram registradas ocorrência no município. Caso a população perceba algum risco em qualquer bairro da capital, o órgão pode ser acionado nos telefones 3382-6168 e 3382-6167, das 8 às 18h, ou 98818-4432, plantão 24 horas.

Já em Viana, a equipe da Defesa Civil informou que permanece atenta diante às chuvas e afirma que não há registros de ocorrências e, também, não há pontos de alagamentos no município. O trabalho está sendo feito por meio de acompanhamento junto à Central de Videomonitoramento e com as equipes monitorando diversos pontos do município. A equipe está de plantão 24 horas para qualquer intercorrência. O contato do plantão do órgão no município é o 998604360.