• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mais de 500 exames contra sífilis, hepatites e HIV serão oferecidos gratuitamente em Cachoeiro

  • COMPARTILHE
Geral

Mais de 500 exames contra sífilis, hepatites e HIV serão oferecidos gratuitamente em Cachoeiro

A campanha de combate a infecções sexualmente transmissíveis tem o objetivo de aproximar os moradores do Centro Regional de infectologia Abel Santana (Crias), permitindo um maior diagnóstico das doenças

Os exames para diagnosticar sífilis, hepatites B e C e o vírus HIV serão oferecidos, gratuitamente, nesta quarta-feira (18), na praça Jerônimo Monteiro, no centro de Cachoeiro. A ação faz parte da campanha de combate a infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) desenvolvida pelo Centro Regional de infectologia Abel Santana (Crias).

Desde o dia 25 de setembro, equipes têm feito visitas programadas às unidades básicas de saúde do município para oferecer a coleta de sangue para os exames sorológicos. Com a atividade na praça, o número total de procedimentos realizados a partir da iniciativa vai se aproximar de 500.

Um dos objetivos da campanha é aproximar os serviços do Crias da população, permitindo maior número de diagnósticos e o encaminhamento das pessoas para tratamento adequado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para conter o avanço das doenças, que assume contornos preocupantes em todo o Brasil.

Segundo dados do Boletim Epidemiológico de 2016, divulgado pelo Ministério da Saúde, a sífilis adquirida cresceu 32,7% nos anos de 2014 e 2015. Em gestantes, aumentou 20,9% e a sífilis congênita, que é transmitida para o bebê durante a gestação, 19%.

“O Crias está intensificando a oferta dos seus serviços e buscando dar visibilidade a eles. A demanda espontânea por esses exames é atendida regularmente na sede do centro de referência, mas esse trabalho em parceria com as unidades de saúde possibilita levá-los às comunidades, garantindo bons resultados, como a realização de maior número de procedimentos”, explica a secretária de Saúde, Luciara Botelho.

Os resultados dos exames sorológicos ficam prontos 45 dias após a coleta e devem ser retirados no Crias, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. Se der positivo, o paciente é encaminhado para iniciar o tratamento na rede pública.