• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Preocupado com criminalidade, morador de Vitória desenvolve aplicativo de pânico e localização

  • COMPARTILHE
Geral

Preocupado com criminalidade, morador de Vitória desenvolve aplicativo de pânico e localização

O lançamento do projeto acontece às 9h desta sexta-feira (20) na Feira Livre do bairro Jardim Camburi, em Vitória

Um morador de Jardim Camburi, em Vitória, preocupado com o índice de criminalidade, desenvolveu um aplicativo de pânico e localização para moradores e comerciantes de todas as comunidades da Grande Vitória. O lançamento do projeto acontece às 9h desta sexta-feira (20) na Feira Livre do bairro.

O Help Comunidade é um site e aplicativo de proteção para as famílias, negócios e bens materiais. O criador do app, Juninho Barbarioli, é morador de Jardim Camburi há 28 anos e diz: "Saímos de casa e não sabemos se vamos retornar".

Ele explica que o aplicativo é de pânico e também de rastreamento de pessoas, animais e também carros. "É um aparelho pequeno que é colocado no animal ou no carro para saber a localização dos mesmos. Isso é legal e já tem em São Paulo, inclusive", comenta.

"Se o usuário tem uma filha e ela vai para a Praia do Canto, por exemplo, e ele quer saber onde ela está, ele terá um mapa no seu celular. Se ela tiver em perigo, basta acionar o botão que o responsável ficará sabendo imediatamente", completa.

Segundo Juninho, o app também tem um espaço para o comércio. "Todo comerciante que tiver o sistema e passar por situações de perigo, como assalto, todos os outros comerciantes do bairro podem ficar sabendo após o acionamento. O custo é apenas para manutenção, de apenas R$ 8,00 por mês. O objetivo principal é o bem social", acrescenta.

O desenvolvedor do aplicativo pede o apoio da Polícia Militar e também da Guarda Municipal de Vitória para que sejam inseridos no projeto. "Se a Guarda e a PM estiverem inseridos nesse projeto, agilizará bastante o contato com as autoridades para denunciar crimes", fala.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que realiza patrulhamento em todo o bairro e que o comando da 12a Companhia Independente está à disposição da comunidade para debater sobre o policiamento na região. "A PM afirma que o aplicativo é bem-vindo como um meio de combater a criminalidade, no entanto reitera que os aplicativos não são o canal oficial para o registro e formalização de denúncias, que deve ser feito através do 190. A PM lembra que os moradores precisam ter o hábito de acionar preventivamente o 190, de modo que a PM possa atuar no local e evitar qualquer tipo de crime", disse em nota.

A reportagem tentou contato com a Guarda Municipal de Vitória, mas não obteve resposta.