• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Superbactéria: médica descarta risco de contaminação no Hospital das Clínicas

  • COMPARTILHE
Geral

Superbactéria: médica descarta risco de contaminação no Hospital das Clínicas

Ela também esclarece que não foi apresentado o quadro de infecção pela paciente

Após o isolamento de uma paciente no Hospital das Clínicas, em Vitória, causado pelo aparecimento de uma superbactéria, a médica responsável pelo programa de uso racional de antibióticos da unidade esclareceu que não há a possibilidade de contaminação de outros pacientes internados no hospital.

A infectologista Myriam Almeida também afirmou que não foi registrado nenhum caso de infecção. De acordo com ela, medidas de contenção da bactéria estão sendo tomadas. "A gente busca as opções do que ainda tem disponível que pode ser eficaz contra essa bactéria e faz uma combinação, que entra com um esquema forte e terapia combinada para tentar combater", disse.

A médica ressalta que a paciente está apenas colonizada com essa bactéria, mas não houve desenvolvimento de infecção. O caso da paciente de 60 anos é o primeiro de Acinetobacter baumanii registrado no Hospital das Clínicas.

A paciente deu entrada na unidade há cerca de dois meses e passa por um tratamento contra um câncer nas células sanguíneas. Durante a internação foi diagnosticada a internação. Mas foi na última sexta-feira (20), após uma nova bateria de exames, os médicos perceberam que a bactéria havia se tornado ainda mais resistente.

A paciente está internada no quarto andar do hospital. No mesmo pavimento, estão outras 20 pessoas, também vítimas de doenças graves. todas elas passaram por exames, que tiveram resultado negativo para a superbactéria.

Segundo a infectologista, é importante ressaltar que o uso abusivo e inadequado de antibióticos pode tornar as bactérias super-resistentes e dificultar o tratamento de doenças e infecções. "O uso em si já resulta no surgimento de bactérias resistentes. Por isso é importante usar os antibióticos racionalmente", alertou.