• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vitória terá nova faixa exclusiva para ônibus no início do ano que vem

  • COMPARTILHE
Geral

Vitória terá nova faixa exclusiva para ônibus no início do ano que vem

Segundo o secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana da capital, ainda está sendo definido se essa nova faixa ficará na Avenida Fernando Ferrari ou na Dante Michelini

A Prefeitura de Vitória deve implantar mais uma Linha Verde, como é chamada a faixa exclusiva para ônibus, no início do ano que vem. De acordo com o secretário municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana da capital, Tyago Hoffmann, essa nova faixa deverá ser instalada na Avenida Fernando Ferrari ou na Dante Michelini.

O secretário explicou que a implantação da nova Linha Verde ainda está em fase de estudo. "Ainda precisamos definir em qual ponto será instalada essa faixa exclusiva, qual será sua extensão, entre outros pontos. Mas nossa intenção é que ela já esteja operando no início do ano que vem", destacou.

Ainda segundo Hoffmann, a nova faixa será monitorada por câmeras, assim como são as duas já existentes, localizadas na Avenida Desembargador Jones dos Santos Neves - uma que dá acesso à Reta da Penha e outra que liga a avenida à Rua Duckla de Aguiar. Segundo o secretário, essas câmeras também multarão os motoristas que trafegarem nessas faixas de maneira indevida.

"As Linhas Verdes são sempre fiscalizadas por câmeras. Em todo lugar é assim. Não tem como posicionarmos agentes da Guarda por toda a extensão da faixa para fazer essa fiscalização. Nós ainda estamos estudando quantas câmeras serão necessárias nessa nova faixa. Isso depende de qual será a sua extensão", explicou.

Atualmente Vitória conta com seis câmeras que fiscalizam motoristas infratores - uma em cada faixa exclusiva de ônibus e quatro na Reta do Aeroporto, que começaram a operar na semana passada. De acordo com Tyago Hoffmann, pelo pouco tempo de operação, ainda não é possível fazer um balanço de quantas multas foram aplicadas por meio das câmeras instaladas nas proximidades do aeroporto da capital.

"Ainda é uma coisa muito nova. Estamos em fase de testes e calibrando as câmeras. Mas acredito que em 30 dias seja possível fazer um balanço sobre as multas aplicadas naquela região", afirmou.

Já nas Linhas Verdes localizadas na Desembargador Jones dos Santos Neves, segundo o secretário, já foram registradas cerca de 750 infrações, nos dois trechos monitorados. A infração para quem trafega de maneira indevida nas faixas exclusivas de ônibus é considerada grave. O valor da multa gira em torno de R$ 300 e o motorista ainda recebe quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).