• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Facebook anuncia novos recursos da rede social

  • COMPARTILHE
Geral

Facebook anuncia novos recursos da rede social

Empresa trará Watch e Jobs ao Brasil, além de novidades em vídeos ao vivo

Pela primeira vez na América Latina, o Facebook Experience foi o palco escolhido pela rede social para contar suas novidades nesta quinta-feira (09).

A apresentação foi feita por Diego Dzodan, presidente do Facebook e Instagram na América Latina, que reiterou a missão da empresa de "pensar o futuro" e ajudar na criação de comunidades globais.

A primeira novidade revelada foi a plataforma Watch, criada para conteúdos originais do Facebook, que deve chegar ao Brasil. A empresa não dá data, e como o recurso só está disponível nos Estados Unidos até o momento, pode demorar um pouco.

O Watch funciona como um organizador de vídeos, especialmente os episódicos, que serão incluídos em uma seção específica de uma fanpage. Funciona mais ou menos como o YouTube, mas dentro de uma página comum da empresa. Cada página pode conter diversas playlists de vídeos, ou séries audivisuais específicas, que quando publicados vão para o feed dos seguidores também.

A versão do "LinkedIn do Facebook", o recurso Jobs também deve chegar em breve ao País. No entanto, a rede social não revelou a data de chegada do serviço, que permite que os usuários se candidatem a vagas por meio da rede social. Atualmente, o recurso está disponível nos EUA, Canadá e México.

Novidades dos vídeos ao vivo

O estande dedicado aos vídeos ao vivo era um dos mais concorridos. O novo recurso principal da Live já havia sido anunciado há alguns meses: a possibilidade de transmissões em conjunto, o chamado Live With. Qualquer pessoa em uma transmissão pode convidar outra para participar. Se o vídeo for com orientação horizontal, a tela é dividida ao meio, e com a orientação vertical, uma segunda tela menor aparece no alto, de forma similar ao Facetime, da Apple.

A empresa afirma que a função ajudará, por exemplo, empresas de mídia independente para links ao vivo, bastando uma conexão razoável.

Outra grande novidade foi apresentada em um keynote da coordenadora de parcerias com comunidades da empresa, Deepti Doshi, que mostrou como os grupos do Facebook promovem maior integração entre usuários.

Além de dar exemplos de grupos que ajudaram a mulheres se sentirem mais seguras na Índia e do Crônicas da Surdez, que une deficientes auditivos ao redor do Brasil, Doshi apresentou o recurso de criar um grupo relacionado a uma página.

Funciona exatamente como parece: administradores de página poderão criar um grupo linkado a fanpage, onde usuários podem interagir entre si e com os administradores. Os grupos também irão ganhar seções de estatística similares aos que já existem nas fanpages, com usuários mais ativos, links com mais repercussão e discussões com mais engajamento. O conjunto de novos recursos torna os grupos mais profissionais.

Quando questionada sobre a possibilidade de monetização dos grupos, Doshi afirmou que a empresa não tinha nada a acrescentar sobre o assunto, mas a possibilidade parece bem realista, principalmente na América Latina, a região onde usuários mais usam os grupos.

Com informações do portal R7.com.