• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Faixa de pedestre na porta de cemitério vira piada em Itapemirim. Assista ao vídeo!

  • COMPARTILHE
Geral

Faixa de pedestre na porta de cemitério vira piada em Itapemirim. Assista ao vídeo!

A sinalização fica em uma rua sem saída e liga a Capela Mortuária ao muro do cemitério. A pintura não agradou os moradores, que criticaram o fato de locais, apontados como mais importantes, não receberam a faixa

Uma faixa de pedestres pintada nesta semana no portão de entrada do cemitério publico de Itapemirim, município localizado no sul do Espírito Santo, tem provocado polêmica entre os moradores da cidade. A pintura começa na rampa de acesso à Capela Mortuária e dá com o muro do cemitério. Além disso, a rua é sem saída. Um vídeo, que circula pelas redes sociais, faz uma piada com a nova sinalização.

Os moradores contestaram a pintura da faixa. “Aquela faixa não pode existir. A não ser que eles tenham o projeto de fazer uma rua. Foi erro das duas partes, tanto da Prefeitura quanto do Detran, uma falta de comunicação entre eles. Tem vários pontos que precisam urgentemente de uma faixa e não tem. Na minha opinião, foi um serviço desnecessário. Onde moro tem locais que precisam e não tem faixas. Precisam estudar mais a leis de trânsito”, conta um morador, que prefere não se identificar.

A opinião é compartilhada. “Temos escolas que ficam em locais perigosos e esses locais não receberam a pintura de faixas. Não entendemos os critérios para a escolha dos locais. O que entendendemos é que os mortos estão melhores que todos nós vivos, e podem atravessar a rua sem saída sem risco de atropelamento”, brinca uma dona de casa, que mora próximo ao cemitério.

Modificação na calçada

De acordo com a diretora técnica do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), Edina de Almeida Poleto, desde 2016, o órgão vem tratando com o município de Itapemirim sobre o projeto de sinalização horizontal, vertical e dispositivos auxiliares nas vias municipais. Nesse período, já foram realizadas oito visitas ao município, entre visitas técnicas e audiências públicas para ouvir a população e lideranças locais e entender as necessidades do trânsito antes da implantação do projeto, sendo a última realizada na última quarta-feira (8).

Como o município não está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito, e, portanto, não possui o trânsito municipalizado, a empresa de sinalização responsável pela execução do serviço é contratada pelo Detran|ES com o objetivo de promover a segurança viária do cidadão de Itapemirim por meio da implantação da sinalização horizontal e vertical, sem qualquer ônus para o município. Todas as informações contidas no projeto foram analisadas e aprovadas pelo executivo municipal.

Sobre a sinalização, o Detran/ES informou que à época da revisão do projeto, essa faixa de pedestres ligava a rampa de acesso à capela mortuária, de um lado, e uma calçada, do outro, sendo que na fase de aprovação do projeto não foi mencionada modificação na calçada que inviabilizasse a implantação da sinalização.

A Prefeitura de Itapemirim foi procurada para comentar o caso, mas a reportagem não obteve retorno.


Assista ao vídeo: