• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Portão de Unis cai e fere servidor em Cariacica

  • COMPARTILHE
Geral

Portão de Unis cai e fere servidor em Cariacica

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Socioeducativos do Estado (Sinases), Bruno DalPiero, o servidor teve ferimentos e foi socorrido pelos próprios agentes para o hospital

O portão principal da Unidade Socioeducativa de Internação (Unis), em Cariacica, caiu em cima de um servidor socioeducativo no início da noite desta segunda-feira (20). De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Socioeducativos do Estado (Sinases), Bruno Dalpiero, o servidor teve ferimentos e foi socorrido pelos próprios agentes para o hospital.

"O agente ficou todo machucado. Isso mostra a fragilidade da qual passa o serviço socioeducativo do Espírito Santo. A situação é extremamente precária para o servidor trabalhar. Os próprios agentes socorreram o servidor ferido para o hospital em um carro da Unip liberado, com muito custo, pela gerência", fala o presidente do Sinases.

De acordo com informações de testemunhas, o portão tinha serpentinas, que deixaram ferimentos com cortes no servidor. O agente, que não teve o nome divulgado, foi levado para o Hospital Estadual Antônio Bezerra de Faria, em Vila Velha.

Fuga de adolescentes

Cerca de 11 adolescentes que cumpriam internação na Unidade de Internação Provisória (Unip I), fugiram na manhã do último sábado (18). Três internos foram recapturados logo após a fuga e a Polícia Militar realizou buscas pelos demais na região da Rodovia José Sette.

De acordo com Bruno Dalpiero, os adolescentes tinham idade entre 14 e 16 anos e cumpriam internação por crimes que vão de furto a homicídio.

"A fuga aconteceu por volta das 10h20. Eles estavam na quadra. Eram muitos adolescentes e poucos servidores, o que já se tornou normal no serviço socioeducativo. Eles aplicaram o que chamamos de 'Cavalo Doido', partindo todos para cima de um agente. Eles o renderam e fugiram pela porta principal", diz Bruno.

"A realidade do sistema socioeducativo hoje é desumana tanto para os adolescentes quanto para os agentes. Trabalhamos na opressão complicada pelo Governo e tem os adolescentes acautelados que nos veem como inimigos. Há superlotação, falta de equipamentos... O sistema está um caos", desabafa Dalpiero.

O que diz o Iases

Por meio de nota, o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) informa que os fatos já estão sendo apurados e que o agente foi socorrido e levado para o hospital, onde foi medicado e já liberado. "O Iases está prestando todo apoio necessário ao servidor e os fatos sendo apurados com rigor", disse em nota.

Reportagem: Breno Ribeiro.