• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Acima do nível normal, rio Itapemirim é monitorado pela Defesa Civil em Cachoeiro

  • COMPARTILHE
Geral

Acima do nível normal, rio Itapemirim é monitorado pela Defesa Civil em Cachoeiro

O nível do rio está a 1,10 cm acima do normal, e como chove nos municípios de Guaçuí e Ibitirama, a preocupação é que ele continue subindo nos próximos dias. Há previsão de chuvas expressiva para terça (5) e quarta-feira (6)

As chuvas que atingem os municípios do sul do Estado já causam preocupação aos moradores de regiões ribeirinhas. O rio Itapemirim, em Cachoeiro, está 1,10 metro acima de seu nível normal e está sendo monitorado pelas equipes da Defesa Civil, já que chove nas cabeceiras. Como a previsão é de que continue subindo nos próximos dias, o órgão fará plantão na noite desta segunda-feira (4) e madrugada de terça (5).

Segundo o coordenador executivo da Defesa Civil de Cachoeiro, Francisco Inácio Daróz, a preocupação maior é com a capacidade das barragens de Alegre e Castelo. “As duas estão na capacidade máxima e já deixam passar cerca de 420 mil litros por segundo, sendo que o normal não chega a 200 mil por segundo. A nossa preocupação vai aumentar quando esse número dobrar e chegar a 800 mil litros por segundo”, explica.

As barragens fazem contato com a Defesa Civil de uma em uma hora para informar a situação. “Se começar a passar 800 mil litros por segundo, o rio vai subir cerca de 1,30 metro e não ameaça casas ou comércio. No entanto, está chovendo bastante nos municípios no Caparaó, onde é a cabeceira do rio. A água de Alegre para chegar em Cachoeiro, com a correnteza como está, demora em torno de duas horas. De Ibitirama, onde chove bastante, demora até seis horas”, continua Daróz.

Em caso de aumento no nível do rio, o coordenador da Defesa Civil disse que a população será alertada. “Vamos fazer plantão na noite desta segunda (4) e na terça (5), também, pois há previsão de chuva expressiva para todo o Estado. Vamos continuar monitorando o rio e as pessoas que moram em áreas mais baixas e ribeirinhas”, completa.

O Sistema de Informações Meteorológicas do Incaper emitiu um novo alerta de estado de atenção para a terça-feira (5) e quarta-feira (6), com risco de chuva expressiva (grande acumulado), em vários trechos do estado.