• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Condições físicas da Segunda Ponte são preocupantes, aponta laudo do Crea

  • COMPARTILHE
Geral

Condições físicas da Segunda Ponte são preocupantes, aponta laudo do Crea

O Departamento de Estradas e Rodagens do Espírito Santo explicou que o trecho é administrado em conjunto com o DNIT

De acordo com o laudo do Crea, a estrutura, em geral, apresenta condições físicas preocupantes.

O laudo da vistoria feita na Segunda Ponte foi divulgado na última quarta-feira (20) pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do Espírito Santo.

De acordo com o laudo do Crea, a estrutura, em geral, apresenta condições físicas preocupantes. Fragmentos de concreto estão se desprendendo e a ferragem, que está bastante corroída, fica exposta. Parte dessa ferragem foi condenada e deu perda total. 

Ainda segundo o laudo, cresceu vegetação na junta de dilatação e parte da estrutura da Segunda Ponte está em ruínas. O relatório completo está no site do Crea.

Rachaduras

A divulgação de imagem que mostra uma fenda sobre a Segunda Ponte, gerou uma grande discussão sobre os possíveis perigos e a necessidade de reparos no local.

Diante do assunto, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES) informou que uma equipe foi enviada ao local e uma empresa especializada foi solicitada para a realização dos reparos necessários. Ainda não foram divulgados detalhes da reforma, mas a previsão de início é até o final do mês de janeiro.

O DER-ES informou ainda que a Segunda Ponte é uma via administrada em conjunto com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Diante das dúvidas sobre os limites dos trechos de responsabilidade de cada órgão, será proposta uma minuta para esclarecer os locais correspondentes a cada departamento.

Sobre as fendas de abertura no alto da ponte, o departamento esclareceu que elas são necessárias em todas as obras rodoviárias por conta da dilatação que ocorre no pavimento. Mesmo assim, o DER-ES garante que o trecho da Segunda Ponte não apresenta risco aos motoristas e ao tráfego diário no local.