• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Itália faz cadastro de eleitores capixabas para eleições em 2018

  • COMPARTILHE
Geral

Itália faz cadastro de eleitores capixabas para eleições em 2018

O Espírito Santo possui cerca de 30 mil moradores com cidadania italiana. Entre eles, 23 mil são maiores de 18 anos e têm direito a voto

A Itália está chamando os capixabas com cidadania italiana e os italianos que se mudaram para o Estado para fazerem seu cadastro no Consulado e a atualização de seu endereço.

A ação é importante, entre outros fatores, porque dos cerca de 30 mil moradores do Estado com cidadania italiana, 23 mil são maiores de 18 anos têm direito a voto nas eleições do país europeu, previstas para março do ano que vem.

O Ministério das Relações Exteriores da Itália lançou, no dia 3 de outubro, uma campanha para convencer cidadãos do país que moram em nações estrangeiras a se inscrever no AIRE (Anagrafe italiani residenti all’Estero), que  deve ser atualizado até o dia 31 de dezembro de 2017, para dar tempo de votar nas eleições italianas.

Importância do Voto

Nas últimas eleições italianas, 37% dos capixabas que estavam aptos para votar participaram do pleito. 

Segundo a Diretora de Relações Internacionais da Casa d'Italia do Espírito Santo, Rita Bortolucci, a votação não é obrigatória, mas é muito importante para dar visibilidade ao Espírito Santo perante o governo italiano. Além disso, o Estado tem um pré-candidato ao parlamento da Itália, e os votos dos capixabas podem ajudar na escolha de um representante capixaba ou de outra parte do Brasil.

Atualmente o Brasil possui três membros no parlamento italiano. Em 2001 a Itália passou a destinar vagas em seu parlamento para italianos natos que residem fora do País e descendentes com cidadania italiana em todo o mundo, e a América do Sul tem a possibilidade de eleger 2 senadores e 4 deputados. 

A votação 

Os cidadãos italianos recebem em seus endereços cédulas para votar e devolver com o voto preenchido ao consulado. Para receber esta cédula é preciso estar com o endereço atualizado. O voto não é obrigatório na Itália.

Toda pessoa com cidadania italiana reconhecida em qualquer parte do mundo, ou que tenha nascido na Itália, mas mora em outro país é considerado um “italiano no exterior”. 

Quem quiser saber mais informações pode acessar o site do consulado geral da Itália no Brasil.