• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Justiça nega pedido de suspensão e greve dos rodoviários continua na Grande Vitória

  • COMPARTILHE
Geral

Justiça nega pedido de suspensão e greve dos rodoviários continua na Grande Vitória

O pedido foi indeferido pelo desembargador Marcello Maciel Macilha na última quarta-feira (27)

O pedido de suspensão da greve dos rodoviários na Grande Vitória foi negado pela Justiça do Trabalho. Na última quarta-feira (27), o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus), ajuizou, junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT-ES), uma ação de incidente de abusividade de greve contra o Sindirodoviários e um pedido de suspensão da paralisação até o dia 10 de janeiro.

No entanto, o pedido foi indeferido pelo desembargador Marcello Maciel Macilha. De acordo com a assessora do magistrado, ele entendeu que não houve abusividade em relação ao direito de greve e que a liminar deferida pelo desembargador José Luiz Serafini está sendo cumprida.

Para o presidente do Sindirodoviários, Edson Bastos, a decisão da Justiça de não acatar o pedido de suspensão da greve da categoria já era esperada.

"Já sabia que isso não ia acontecer porque a gente vem cumprindo a liminar da forma que a decisão judicial mandou. Por incrível que pareça, quem está descumprindo a liminar são as empresas, porque os carros não estão retornando no horário que deveriam voltar e elas deveriam inclusive ser multadas por isso, afirmou", afirmou.

Com o direito de greve mantido, o presidente do Sindicato afirmou que o movimento continua por tempo indeterminado, até o julgamento do dissídio coletivo, marcado para o próximo dia 10. "Com isso, a greve continua por tempo indeterminado. Nós colocamos na mão da Justiça e agora vamos esperar a decisão", concluiu.

A greve
Os rodoviários estão em greve desde a última terça-feira (26). Eles pedem um reajuste salarial de 5%, que não foi aceito pelo sindicato patronal. Durante uma audiência de conciliação, feita pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) ofereceu 1,83%, que não foi aceito pela categoria.


Confira o vídeo da notícia: