• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Moradores fecham rodovia em Itapemirim para exigir entrega de casas populares

  • COMPARTILHE
Geral

Moradores fecham rodovia em Itapemirim para exigir entrega de casas populares

Eles alegam que as casas estão prontas e a prefeitura do município não faz a entrega. Além disso, os moradores dizem que as famílias que recebem cestas básicas estão sem receber a doação

Um protesto de moradores fecha a Rodovia ES 490, na altura da localidade de Graúna, no interior de Itapemirim, no fim da tarde desta terça-feira (5). O protesto tem o intuito de chamar a atenção da prefeitura, já que os moradores exigem a entrega das casas populares na localidade e a distribuição de cestas básicas para as famílias. Segundo informações apuradas, até às 20h, a rodovia seguia interditada, apesar do fogo nos pneus ter sido apagado. A Polícia Militar está no local orientando os motoristas para pegarem um desvio. 

Mais cedo, os moradores atearam fogo em pneus para impedir o tráfego de veículos no local. “As casas estão prontas e com as chaves dentro, e eles não nos entregam. Já procuramos a prefeitura a Secretaria de Ação Social e até agora nada. Queremos a nossa casa”, disse exaltada uma moradora. A Polícia Militar foi acionada e liberou a via 30 minutos após o início do protesto. Os moradores permaneceram no local, afirmando que iriam protestar com fogo ou sem fogo.

Entrega suspensa

Por meio de nota, a Secretaria de Obras de Itapemirim informa que a obra das casas populares da localidade de Graúna já foi concluída, faltando apenas a instalação da rede elétrica por parte da EDP. A solicitação para a concessionária foi feita no dia 26 de setembro e desde então a secretaria de Eletrificação e Serviços Elétricos vem acompanhando o andamento do pedido.

Segundo a última informação da EDP à prefeitura, a solicitação já foi encaminhada para o setor de obras da concessionária. Por meio de nota, a EDP Espírito Santo informa que a obra está prevista para ser concluída até o final da primeira quinzena de janeiro.

Sobre as cestas básicas, a Secretaria de Assistência Social e Cidadania informa que estava fazendo a entrega de duas cestas e um vale-gás por família na localidade nesta terça-feira (5). Entretanto, houve ameaças por parte de alguns moradores e a entrega foi paralisada. Ainda assim, 80 famílias receberam as cestas. A entrega dos benefícios será retomada nesta quarta-feira (6).