• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Policiais do ES fazem treinamento para atender mulheres vítimas de violência

  • COMPARTILHE
Geral

Policiais do ES fazem treinamento para atender mulheres vítimas de violência

Os policiais integram o programa Patrulha Maria da Penha, que realiza visitas tranquilizadoras às mulheres capixabas sob medidas protetivas contra companheiros

Os militares começaram a capacitação na segunda-feira // Foto: Talita Carvalho/ TV Vitória

Quarenta policiais militares do Espírito Santo participam de uma capacitação para o enfrentamento à violência doméstica e familiar contra à mulher, desde a última segunda-feira (11) até o próximo dia 20, na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). 

A capacitação é oferecida pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senasp/MJ).

O objetivo é formar multiplicadores dentro da PM para o enfrentamento da violência doméstica familiar contra mulheres. Além do Espírito Santo, policiais militares de Goiás, Bahia e Sergipe também participam do treinamento, em seus respectivos estados.

O secretário de estado de segurança, André Garcia, destacou que o trabalho proativo dos policiais capixabas, os resultados alcançados nos últimos anos com atendimento humanizado de vítimas nas residências, e investimentos em ações e na capacitação dos policiais chamaram a atenção da Senasp.

"Essa capacitação é proativa. Começam pelo Espírito Santo pelos resultados que conquistamos. Nossos policiais militares são capacitados, treinados, estão recebendo novos recursos e são importantíssimos para o enfrentamento de crimes de violência doméstica e familiar. São eles que realizam visitas tranquilizadoras e conhecem o dia a dia das vítimas", explicou.

Em todas as edições são oferecidas 60 horas/aula, divididas entre disciplinas como relações de gênero e direitos humanos; atuação legal; técnica policial na perspectiva da patrulha maria da penha; e instrumentos de controle e proteção na prevenção e enfrentamento a violência doméstica e familiar contra à mulher.