• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Passagem do Transcol passa a valer R$ 3,40 a partir deste domingo

  • COMPARTILHE
Geral

Passagem do Transcol passa a valer R$ 3,40 a partir deste domingo

O valor atual é de R$ 3,20, de segunda à sábado. O novo valor foi definido nesta sexta-feira

A partir do próximo domingo, o valor da tarifa para os usuários do sistema Transcol da Grande Vitória passará a custar R$ 3,40, para os dias úteis e sábados, e R$ 2,95 aos domingos. O aumento foi definido durante uma reunião realizada nesta sexta-feira (12), no auditório do Departamento de Estradas e Rodagens do Espírito Santo (DER-ES), em Vitória.

O aumento foi anunciado pelo secretario de Estado de Transportes e Obras públicas, Paulo Ruy Valim Carnelli. Segundo informações, o reajuste é de 6,25% sobre o valor atual de R$ 3,20. Também houve reajuste para o serviço Bike GV, que passa a custar R$ 1,70.

O secretário afirmou ainda que todos os dias, mais de 650 mil passageiros são transportados pelo sistema Transcol na Grande Vitória. Em quatro anos, o subsídio do governo repassado às empresas somou cerca de R$ 424 milhões.

Segundo a Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop), os integrantes do Conselho Gestor dos Sistemas de Transportes Públicos Urbanos de Passageiros da Região Metropolitana da Grande Vitória (CGTRAN) foram convocados na última quarta-feira (10), após a audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-ES) que culminou com o fim da greve dos rodoviários.

O último reajuste aconteceu em janeiro do ano passado, tendo sido anunciado ainda em dezembro de 2016. Na época, o reajuste foi de 16,3%, quando a tarifa passou de R$ 2,75 para os atuais R$ 3,20. A justificativa para o tamanho do reajuste foi de que em 2015 nenhum aumento foi realizado.

Fim da greve

Dos oito desembargadores que participaram do julgamento nessa quarta-feira (10), na sede do TRT, em Vitória, seis votaram pelo reajuste de 3% e dois por um aumento de 2% nos salários dos rodoviários. O reajuste aprovado foi proposto pelo Ministério Público do Trabalho do Estado (MPT-ES) e teve como base o IPCA apurado no período.

Com o anúncio do reajuste, a greve dos rodoviários, que teve início no dia 26 de dezembro e já durava 16 dias, foi encerrada e os ônibus dos sistemas Transcol e municipais, de Vila Velha e Vitória, voltaram a rodar em sua totalidade. Logo após a decisão, o presidente do Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários), Edson Bastos, ligou para todas as garagens da Grande Vitória e falou para que todos os ônibus entrassem em operação.

A Justiça determinou ainda que não deve haver desconto no salário dos rodoviários durante os dias de greve e que eles não precisarão repor os dias não trabalhados. Outra decisão do TRT-ES é de que o plano de saúde dos trabalhadores permanecerá sob a supervisão do Sindirodoviários.