• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Escolas sem aula e moradores com medo após tiroteios em Cariacica

  • COMPARTILHE
Polícia

Escolas sem aula e moradores com medo após tiroteios em Cariacica

A rotina dos moradores de Jardim Botânico foi alterada após trocas de tiros

Algumas escolas do bairro Jardim Botânico, em Cariacica, ficaram sem aula nesta sexta-feira (16). Os moradores do bairro acreditam que seja por conta da insegurança e dos últimos tiroteios que ocorreram no bairro, mas as instituições alegaram que estavam sem água. 

Na porta da Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Augusta Tavares havia um aviso de que não haveria aula. O motivo não foi informado. O tiroteio aconteceu no entorno da unidade de ensino, na última quinta-feira (15). 

No mesmo bairro, porém na creche Maria Inês Gurtler, crianças e funcionários circulavam. Os funcionários disseram que as aulas não estão normais e estão trabalhando em estado de alerta. A qualquer momento o pai pode buscar o filho. Situação bem parecida com a da Escola Municipal de Ensino Fundamental São João Chrisóstomo. Teve aula, mas só até o recreio.

Apesar da falta ou diminuição do horário das aulas no local, o comércio funcionou normalmente. Segundo moradores, que preferiram não gravar entrevista, a mudança de rotina da região começou com um assassinato ocorrido no bairro Alzira Ramos. Breno Daniel Pereira da Silva, de 16 anos, foi morto com um tiro. A vítima caminhava na rua quando foi surpreendida por rapazes que estavam escondidos no matagal e disparam.

Em represália ao homicídio, teve tiroteio em Jardim Botânico na quinta-feira. No mesmo dia, bandidos teriam trocado tiros com a PM, em plena luz do dia. Na manhã desta sexta-feira (16) a polícia recebeu a informação de que os criminosos estariam armados e escondidos em uma mata. O local foi cercado e até o helicóptero da corporação foi utilizado na tentativa de localizar os suspeitos.

Segundo a Prefeitura de Cariacica, a EMEF Maria Augusta Tavares não está sem água. Afirmou ainda que durante a manhã não houve aulas em decorrência do clima de insegurança e instabilidade da comunidade, devido aos últimos atos de violência no bairro. A previsão é que as aulas na EMEF retornem no período vespertino. A prefeitura informou ainda que as outras unidades de ensino citadas estão funcionando normalmente.