• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Estado de saúde de PM baleado na cabeça continua gravíssimo

  • COMPARTILHE
Polícia

Estado de saúde de PM baleado na cabeça continua gravíssimo

Afonso foi atingido por disparos na manhã da última terça-feira, próximo ao Morro da Boa Vista, em Vila Velha

O policial militar continua internado no São Lucas, em Vitória.

O soldado da policial militar, que foi baleado na cabeça na última terça-feira (20), em São Torquato, no município de Vila Velha, continua internado. O estado de saúde dele é gravíssimo. Afonso Miller Costa de Melo foi encaminhado para o Hospital São Lucas, em Vitória, onde passou por uma cirurgia que durou aproximadamente 6 horas. 

De acordo com informações apuradas pela equipe do programa ES no Ar na manhã desta quarta-feira (21), dois policiais que trabalham com Afonso disseram que os médicos acharam arriscado retirar o projétil que ficou alojado na cabeça do PM durante a cirurgia. Por achar imprudente realizar a retirada, o militar precisará passar por uma nova cirurgia. O quadro clínico continua gravíssimo. 

Suspeitos são detidos

Cinco suspeitos de envolvimento com o crime foram conduzidos para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Vitória. Um deles foi ouvido e liberado. Já dois menores de 15 e 17 anos, foram apreendidos e responderão pelo ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio qualificado duas vezes. Segundo a Polícia Civil (PC), o menor de 15 anos foi o responsável por atirar contra o policial.

José e Isaías foram identificados pela polícia. Foto: Divulgação Sesp

Os outros dois suspeitos identificados como Isaías Ramos dos Santos, de 27 anos, e José da Silva Ferreira Júnior, de 18, foram autuados por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e por favorecimento real.

Doações de sangue

Colegas de farda do soldado se mobilizam e usam as redes sociais para pedirem doação de sangue para o PM. A orientação é que os interessados busquem o hemocentro do Espírito Santo, em Maruípe, na capital, das 7 horas às 19 horas. Amigos e parentes lotaram a recepção do hospital para onde o soldado foi levado.

O crime

O militar foi atingido por um tiro na cabeça e segundo a polícia, o soldado saía com outra pessoa de uma academia do bairro e seguiam até a casa do dono para pagar a mensalidade, quando foram surpreendidos pelos criminosos.