• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Filha de jovem assassinada com fio de carregador apresenta ferimentos e é levada ao DML de Vitória

  • COMPARTILHE
Polícia

Filha de jovem assassinada com fio de carregador apresenta ferimentos e é levada ao DML de Vitória

De acordo com um dos familiares da jovem, os ferimentos na criança podem ter sido causados pelo principal suspeito de assassinar Andrielly

O principal suspeito do crime é o namorado da vítima, Rubens de Almeida Dias Júnior

Familiares da jovem Andrielly Mendonça Pereira dos Santos, de 20 anos, estiveram no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória nesta terça-feira (6) para realizar exames de corpo de delito na filha da vítima, de apenas três anos, que apresentava marcas pelo corpo.

De acordo com um dos familiares da jovem, os ferimentos na criança podem ter sido causados pelo principal suspeito de assassinar Andrielly, o namorado da vítima, identificado como Rubens de Almeida Dias Júnior, de 22 anos.

O crime

O crime aconteceu na madrugada deste domingo (04), em Vila Velha. Segundo a polícia, Rubens usou um fio de carregador de celular para matar a companheira dentro da casa onde eles moravam há cerca de três meses. O assassinato aconteceu na frente da filha da vítima.

"Eu estava no meu trabalho porque trabalho a noite e às 06h da manhã ele estava online e mandei brincando com ele 'vai dormir'. Assim que acabei de falar com ele, minha irmã me ligou falando que ele havia estrangulado minha filha e matado ela. Aí eu me desesperei", revelou o pai da vítima.

Segundo vizinhos, o casal era problemático e brigava constantemente. Inclusive, antes do ocorrido, eles teriam discutido. Depois do crime, o suspeito pegou a menina, colocou no carro e fugiu.

Moradores contaram ainda que dentro da casa do casal havia uma mala pronta com as roupas de Andrielly e da criança. Eles acreditam que a jovem estava prestes a deixar a residência antes do crime, o que surpreendeu os familiares dela.

Carro encontrado

O carro de Rubens foi encontrado pela polícia na manhã desta terça-feira (6) na garagem da casa de um parente dele, no bairro Rio Marinho, em Cariacica. No local ninguém apareceu para conversar com a imprensa.

O veículo foi achado durante uma operação da equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) e levado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Mensagem

Considerado foragido e mesmo depois de matar a companheira neste domingo, Rubens conversou com o pai da vítima poucas horas depois do crime. Na mensagem, ele diz que a jovem desmaiou e caiu com a cabeça.

Mandado

De acordo com informações disponíveis no site do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), Rubens de Almeida Dias Júnior já tinha um mandado de prisão em aberto por violência doméstica, expedido no dia 31 de janeiro, após denúncias feitas por uma ex-companheira do suspeito.

Investigação

Até o momento, Rubens ainda não foi localizado e, de acordo com a Polícia Civil, o caso está sob investigação da DHPM. Demais informações não serão passadas, no momento, para não atrapalhar a apuração dos fatos.