Jovem morre após ser enforcada por namorado com fio de carregador em Vila Velha

Polícia

Jovem morre após ser enforcada por namorado com fio de carregador em Vila Velha

O crime aconteceu na madrugada deste domingo na frente da filha da vítima, de três anos

Uma jovem de 20 anos foi morta na madrugada deste domingo (04), em Vila Velha. Segundo investigadores da Divisão de Homicídios, Andrielly Mendonça Pereira dos Santos foi assassinada pelo namorado, identificado como Rubens de Almeida Dias Júnior, de 22 anos.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito usou um fio de carregador de celular para matar a companheira dentro da casa onde eles moravam há cerca de três meses. O crime aconteceu na frente da filha da vítima, de três anos.

"Eu estava no meu trabalho porque trabalho a noite e às 06h da manhã ele estava online e mandei brincando com ele 'vai dormir'. Assim que acabei de falar com ele, minha irmã me ligou falando que ele havia estrangulado minha filha e matado ela. Aí eu me desesperei", conta o pai da vítima. 

Segundo vizinhos, o casal era problemático e brigava constantemente. Inclusive, antes do ocorrido, eles teriam discutido. Depois do crime, o suspeito pegou a menina, colocou no carro e fugiu.

"Eu escutei ela falando assim: 'você vai fazer comigo o que você fez com...' e não disse exatamente a frase, não acabou porque provavelmente foi nessa hora que ele matou ela. Eu não consegui dormir depois de ouvir a criança gritando 'mamãe, mamãe'. Aquilo foi um pavor. Depois ele apareceu na varanda, olhou pra cima, para os lados para ver se tinha alguém, saiu correndo para dentro de casa, pegou a criança e saiu com o carro", relata uma vizinha. 

Moradores contaram ainda que dentro da casa do casal havia uma mala pronta com as roupas de Andrielly e da criança. Eles acreditam que a jovem estava prestes a deixar a residência antes do crime, o que surpreendeu os familiares dela.

"Foi uma coisa que a gente não esperava. Eles brigavam como todo casal briga, mas ele era muito bom pra ela, dava de tudo pra ela. A família toda fazia muito gosto do relacionamento dos dois, então não sei porque ele fez isso", afirma a madrasta de Andrielly.

Mensagem
Considerado foragido e mesmo depois de matar a companheira neste domingo, Rubens conversou com o pai da vítima poucas horas depois do crime. Na mensagem, ele diz que a jovem desmaiou e caiu com a cabeça. 

“Fomos embora nos beijando, ouvindo música alta. Chegamos em casa ela fez a bebê dormir e sentou no sofá falando que aquele ex dela era isso e aquilo. Eu disse, Dri a gente combinou de não falar disso. Ela foi para a cozinha gritando dizendo que ia me denunciar para a polícia e já veio com faca... Consegui segurar ela em um mata Leão, tirar a faca da mão e levei ela até o quarto. Lá ela desmaiou e caiu com a cabeça. Tava respirando normal. Saí fora com a bebê", diz a mensagem. 

Mandado 
De acordo com informações disponíveis no site do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), Rubens de Almeida Dias Júnior já tinha um mandado de prisão em aberto por violência doméstica, expedido no dia 31 de janeiro, após denúncias feitas por uma ex-companheira do suspeito.

Até o momento, o Rubens ainda não foi localizado e, de acordo com a Polícia Civil, o caso seguirá sob investigação. Denúncias que colaborem com o trabalho da polícia podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181, o sigilo e anonimato são garantidos.