• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Avô e tio de criança abandonada pela mãe na Serra são presos

  • COMPARTILHE
Polícia

Avô e tio de criança abandonada pela mãe na Serra são presos

Eles foram detidos nesta quinta-feira, durante uma sessão da CPI dos Maus-Tratos, em Vitória. Segundo a polícia, menino de 2 anos era abusado pelo avô

Rodrigo Araújo

Redação Folha Vitória
Segundo a polícia, a criança era abusada sexualmente pelo próprio avô

A polícia prendeu o avô e o tio do menino de 2 anos, deixado pela mãe em um ponto de ônibus na Serra na última sexta-feira (18). Os dois foram detidos nesta quinta-feira (24), durante uma sessão da CPI dos Maus-Tratos, em Vitória.

Contra os dois havia mandados de prisão por estupro de vulnerável, expedidos pela Justiça da cidade de Itacaré, na Bahia, onde mora a família. De acordo com investigações da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), a criança era abusada sexualmente pelo avô.

Também foi expedido um mandado de prisão por estupro de vulnerável contra a atual companheira do suspeito, por ela ser conivente com os abusos. No entanto, a mulher não foi localizada até o momento.

A Justiça da Bahia também expediu um mandado de busca e apreensão na propriedade onde a família mora, em Itacaré. No local, foram apreendidas armas de fogo.

Abusos

Nesta quinta-feira os membros da CPI ouviram a mãe, o tio e os avós da criança. A avó materna do menino disse, em seu depoimento, que a filha havia lhe relatado, no último dia 13, sobre os abusos que a criança teria sofrido por parte do avô.

"Ela me ligou chorando, desesperada, falando que o menino havia lhe contado que o avô colocava as mãos em suas partes íntimas. Ela disse que estava dando banho nele e ele pediu para que ela não encostasse em suas partes íntimas porque o avô fazia isso e ele não gostava. Falei para ela ir para Córdoba [na Argentina] morar comigo e fugir do pai e mandei dinheiro para ela comprar as passagens", contou.

Criança foi encaminhada para um abrigo

A avó da criança disse ainda que a filha saiu da Bahia e veio para o Espírito Santo porque queria manter distância do pai. "Falei para ela pegar um ônibus de Ilhéus para Salvador e depois um voo de Salvador para Córdoba. Mas para ir de Ilhéus para Salvador, ela precisaria passar por Itacaré, onde mora o avô. Ela então decidiu então pegar o carro e, em vez de ir para o norte, foi em direção ao sul", contou.

Ainda segundo a mulher, a filha não teve a intenção de abandonar a criança, mas sim protegê-la do avô. "Ela começou a se sentir perseguida, pois ligavam para ela o tempo todo. Ela pensou que corria muito perigo, então acabou tendo um surto e deixou o menino para que a polícia o protegesse", disse.

A criança, então, foi deixada próximo a um ponto de ônibus às margens da BR 101, na Serra. Um motorista de aplicativo de transporte particular viu a cena e acionou a polícia.

A mãe do menino foi localizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e encaminhada para um hospital psiquiátrico em Cariacica, de onde já recebeu alta. Já o menino foi levado para um abrigo.

A juíza titular da 1ª Vara da Infância e da Juventude de Serra, Gladys Henriques Pinheiros, está aguardando a conclusão de um laudo social para decidir se a criança será reintegrada ou não à mãe.