• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Criança de apenas 2 anos é esquecida em ônibus escolar no sul do ES

  • COMPARTILHE
Polícia

Criança de apenas 2 anos é esquecida em ônibus escolar no sul do ES

Motorista e cuidadora não deixaram a criança na escola, que permaneceu dentro do ônibus por quase quatro horas. Prefeitura informa que pretende adotar novas medidas para aumentar a segurança dos alunos.

Carolina Brasil

Redação Folha da Cidade
A criança deveria ter sido deixada na escola. 

Uma criança, de apenas 2 anos de idade, foi esquecida por quatro horas dentro de um ônibus escolar. O fato aconteceu nesta terça-feira (22), no município de Anchieta, no sul do Espírito Santo. Motorista e cuidadora não deixaram a criança na escola, que permaneceu dentro do veículo por quase quatro horas. A Prefeitura informou que pretende adotar novas medidas para aumentar a segurança dos alunos.

De acordo com informações da 10ª Delegacia Regional de Anchieta, a mãe da criança fez a ocorrência relatando que o filho foi esquecido dentro do ônibus escolar que faz o transporte de alunos da rede municipal de ensino na cidade.

As declarações contam que, por volta de 12h, a criança foi entregue a cuidadora do transporte para ser levada à Escola Municipal Professora Jocelina Nogueira, que fica no bairro Alvorada. Um pouco depois das 14h, a mãe notou uma queda de temperatura e entrou em contato com a instituição, por mensagem, para levar um agasalho. Nesse momento, não foi dito nada sobre a ausência da criança. Inclusive, a pessoa que a atendeu disse que ‘estaria sol’, indicando que não haveria necessidade da mãe ir até à escola. Entretanto, próximo das 16h, a mãe decide levar o casaco para o filho. Ao chegar, foi informada que o mesmo não teria ido à escola. A partir daí começou a procura pela criança.

A mãe questionou onde encontrar motorista, cuidadora e ônibus, e seguiu até o local de estacionamento do veículo. Chegando lá, encontrou o filho fora do ônibus com a motorista e a cuidadora. Há informações de que a escola teria entrado em contato com os responsáveis pelo transporte e de que a criança encontrava-se com fome e sujo de urina.

Ainda de acordo com a Polícia Civil de Anchieta, haverá uma investigação para apurar as responsabilidades. Detalhes sobre possíveis indiciamentos não foram dados.

Outro lado

A Prefeitura de Anchieta informou que, ao contratar o serviço de transporte escolar, inclui cuidadores de crianças. Mediante o fato, o município já abriu um processo administrativo contra a empresa e tomará devidas providências para não ocorrerem fatos como esse.

Felizmente, a criança está bem. Ela e sua família estão sendo assistidos pela Secretaria Municipal de Educação. A Prefeitura pretende adotar novas medidas para garantir ainda mais a segurança dos alunos.