• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dentista é preso em Cariacica suspeito de praticar roubos para sustentar vício em crack

  • COMPARTILHE
Polícia

Dentista é preso em Cariacica suspeito de praticar roubos para sustentar vício em crack

Jerônimo Monteiro do Espírito Santo Júnior, de 43 anos, foi detido, com mais três comparsas, após praticarem um assalto na madrugada desta terça-feira

Segundo a polícia, Jerônimo é dentista de formação, mas nunca exerceu a profissão

Um dentista foi preso, na madrugada desta terça-feira (15), suspeito de integrar uma quadrilha que praticava diversos roubos em Cariacica. Além de Jerônimo Monteiro do Espírito Santo Júnior, de 43 anos, foram presos dois homens e uma mulher, também apontados como integrantes do grupo criminoso.

A prisão dos quatro suspeitos ocorreu após uma assalto no bairro Castelo Branco, em Cariacica, durante a madrugada. Na ocasião, foram roubados o celular e a bolsa de uma mulher.

Os comparsas de Jerônimo foram identificados como Rodrigo Ribeiro Azevedo, de 39 anos, Wanderson Lopes dos Santos, de 29, e Jéssica Moraes dos Santos, de 25 anos. Segundo a polícia, no momento em que foram presos, a mulher e os três homens estavam portando uma arma falsa.

Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos utilizavam um carro roubado, que pertence à irmã do dentista, para cometer vários crimes, obter dinheiro e sustentar o vício em drogas.

"Eles já estavam praticando vários assaltos a várias pessoas. E ontem, por estar sinalizado que alguém em um Prisma estava cometendo esses assaltos, eles foram presos em flagrante após cometerem esse crime [em Castelo Branco]. E quando chegou aqui, a gente descobriu vários outros crimes deles", disse a delegada Arminda Rosa Rodrigues.

Os quatro detidos foram autuados em flagrantes e levados para o presídio de Viana

O dentista e os comparsas foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo, receptação, por estarem em posse de um veículo roubado e por formação de quadrilha. "Agora à tarde eles foram encaminhados para Viana e vão passar pela audiência de custodia", frisou a delegada.

Assalto à mãe

Jerônimo é formado em odontologia, mas nunca exerceu a profissão de dentista. Segundo a polícia, há mais de meia década Jerônimo vive pelas ruas utilizando drogas, principalmente o crack. De acordo com Arminda Rodrigues, ele já chegou a cometer um crime contra a própria mãe.

"Nós temos um outro inquérito em que a mãe dele foi assaltada e agredida fisicamente. O cidadão que cometeu esse crime foi autuado em flagrante e alega, no depoimento dele, que quem o contratou para assaltar a casa da vítima foi o Jerônimo. A mãe não acredita, mas o cidadão falou: 'foi o Jerônimo que me contratou por R$ 50", afirmou a delegada.

Um rapaz de 24 anos, que preferiu não ser identificado, também procurou a polícia e alegou ter sido vítima dos criminosos. "A gente estava sentado na frente da casa do nosso amigo conversando, com celular, todo mundo tranquilo, quando de repente desceu um carro da esquina. Já abriram as portas, saíram dois armados, cada um com uma arma apontando para a gente, mandando entregar o celular, a carteira, o dinheiro, tudo o que tivesse, senão iriam atirar. E a gente entregou o celular e a carteira e eles simplesmente entraram no carro e foram embora", contou.