• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

George Alves depõe em CPI dos Maus Tratos, em Vitória

Morte irmãos carbonizados

  • COMPARTILHE
Polícia

George Alves depõe em CPI dos Maus Tratos, em Vitória

Georgeval chegou ao Ministério Público do Espírito Santo (MPES) acompanhado de agentes penitenciários.

O depoimento de George Alves começou por volta de 13h45. | Foto: Arleson Schneider

Georgeval Alves, de 36 anos, conhecido como pastor George Alves, prestou depoimento na tarde desta sexta-feira (25) na CPI dos Maus Tratos, em Vitória. Georgeval chegou ao Ministério Público do Espírito Santo (MPES), local onde estão sendo colhidos os depoimentos, por volta das 09h07 desta sexta, em uma viatura da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), acompanhado de agentes penitenciários.

Junto com Georgeval, também estavam na viatura Ademir Lucio Ferreira, acusado de sequestrar, estuprar e matar a menina Thayna Andressa de Jesus; e o ex-servidor da Prefeitura de Vitória, Diniz Horário da Silva, preso em flagrante por abusar de uma menina de 12 anos. Diniz foi o primeiro a depor, começando a prestar esclarecimentos por volta de 10h25.

A CPI dos Maus Tratos foi comandada pelo senador Magno Malta, pelo delegado Lorenzo Pazolini, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente; e pela juíza Gladys Henrique Pinheiro, da 1ª Vara da Infância e da Juventude da Serra. 

De acordo com a Polícia Civil, Georgeval Alves abusou sexualmente, agrediu e ateou fogos no filho, Joaquim Alves, de 3 anos, e no enteado, Kauã Salles, de 6 anos, ainda vivos. 

Veja como foi a oitiva de George Alves: